Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Tchau, cinema. Último ‘Divergente’ será um filme para TV

Fracasso de bilheteria do terceiro filme influenciou mudança nos planos da distribuidora

Por Da redação Atualizado em 21 jul 2016, 14h46 - Publicado em 21 jul 2016, 12h25

Deu ruim para a franquia Divergente. Depois de três filmes medianos em qualidade e bilheteria, o quarto e último episódio da saga, Ascendente, não terá cartaz nos cinemas — o que demanda um alto investimento — e vai direto para a televisão. O novo plano da Lionsgate, o estúdio responsável pela série, ainda está em fase de negociação. Não se sabe qual canal vai exibir a produção, segundo o site da revista Variety. O filme estava previsto para estrear nos cinemas em julho de 2017.  A desculpa oferecida pela produção é a de que lançar o filme na TV seria parte de um plano para promover uma série que dará continuidade à história, com novos personagens.

LEIA TAMBÉM:
Elenco estrelado faz o que pode para salvar ‘Convergente’
Fracasso de bilheteria de ‘Convergente’ deve afetar último filme da saga
Shailene Woodley e Ellen Page estão namorando, diz revista

De toda forma, vamos aos números. Os dois primeiros títulos da franquia (Divergente, 2014, e Insurgente, 2015) arrecadaram juntos cerca de 600 milhões de dólares. Apesar do resultado mediano, na comparação com sagas como Jogos Vorazes, o valor pagou o orçamento investido. Já a terceira parte, Convergente (2016), tropeçou e ficou nos 180 milhões de dólares, muito abaixo do esperado para um episódio próximo do final.

O estúdio planejava rodar o derradeiro longa neste segundo semestre em Atlanta. Com a mudança, ainda não se sabe se o elenco original, formado por nomes como Shailene Woodley, Theo James e Ansel Elgort, fará parte do filme. O diretor dos dois últimos capítulos, Robert Schwentke, não conduzirá a nova trama, que deve ser dirigida por Lee Toland Krieger (de A Incrível História de Adaline).

A saga Divergente propõe uma história de ação futurista que apresenta uma sociedade dividida em cinco facções (Franqueza, Erudição, Abnegação, Amizade e Audácia). Os filmes se baseiam na trilogia best-seller da escritora Veronica Roth.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)