Clique e assine com até 92% de desconto

Ringo Starr: ‘Passei boa parte dos anos 70 e 80 bêbado’

Em entrevista ao jornal britânico 'The Times', o ex-beatle disse que suportou alcoolizado o fim da lendária banda

Por Da Redação 12 abr 2015, 20h53

Foi à base de muito álcool e drogas que o ex-beatle Ringo Starr sobreviveu ao fim do quarteto, em 1970. Em entrevista ao jornal britânico The Times, o baterista de 74 anos disse que a separação o afetou profundamente durante muito tempo, especificamente nos anos 1970 e 1980. “Eu estive bêbado durante boa parte desses anos”.

Leia também:

Ringo Starr, o beatle da repescagem

Ringo Starr divulga 13 fotos raras dos Beatles

Ringo passou por tratamento contra o alcoolismo pela primera vez em 1988, acompanhado de sua mulher. Barbara Bach, quando tornou pública sua dificuldade em superar o fim dos Beatles. Em entrevista à revista People, na época, ele disse que se sentia perdido, e a bebida o ajudava a sobreviver.

Apesar das dificuldades, o ex-beatle continua na ativa. Recentemente, lançou o disco Postcards from Paradise e, no próximo dia 18, irá se tornar o último integrante do Fab Four a ter sua história registrada no museu Rock and Roll Hall of Fame, em Ohio, nos Estados Unidos. Em fevereiro, ele esteve no Brasil pela terceira vez em quatro anos para se apresentar no Rio e em São Paulo.

Continua após a publicidade
Publicidade