Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ridley Scott suspende filmagem após morte do irmão

Cineasta estava em Londres, locação de seu próximo filme 'The Counselor', e foi para Los Angeles dar apoio à família de Tony Scott, encontrado morto neste domingo

Por Da Redação - 20 ago 2012, 22h03

O cineasta Ridley Scott decidiu suspender temporariamente a filmagem de seu próximo filme, The Counselor, após saber da morte de seu irmão, Tony Scott, em Los Angeles, segundo o site The Hollywood Reporter nesta segunda-feira.

Tony Scott, de 68 anos, diretor de filmes como Top Gun – Ases Indomáveis e Maré Vermelha, se jogou de uma ponte na zona portuária de Long Beach, no domingo, em um aparente suicídio que, segundo o canal ABC, poderia ter sido motivado por seu desespero diante de um suposto tumor cerebral incurável.

LEIA TAMBÉM:

Relembre filmes marcantes de Tony Scott, que morreu neste domingo

Continua após a publicidade

Diretor de ‘Top Gun’ deixou lista de pessoas que deveriam saber de sua morte

Os legistas do Instituto de Medicina Forense de Los Angeles ainda não deram declarações sobre as conclusões da autópsia.

Ridley Scott (Alien, Blade Runner) estava em Londres, na filmagem de seu próximo filme, um drama sobre drogas baseado em um roteiro de Cormac McCarthy, com um elenco de astros formado por Javier Bardem, Penélope Cruz, Cameron Díaz e Brad Pitt, entre outros. O cineasta decidiu suspender as filmagens para ficar com a família de seu irmão mais novo.

Morte repentina – Scott foi encontrado sem vida nas águas dos canais da zona portuária de Los Angeles na tarde de domingo. Segundo o jornal Los Angeles Times, várias pessoas viram um homem estacionando seu veículo na ponte Vincent Thomas, que atravessa a zona portuária na área de Long Beach, poucas horas antes do incidente.

Continua após a publicidade

O homem teria escalado a cerca de segurança de três metros de altura e em seguida saltado da estrutura. O corpo foi localizado por equipes de rastreamento submarino da polícia do porto, informou a imprensa local. As autoridades investigam o caso como suicídio. O diretor de Jogo de Espiões deixou uma nota cujo conteúdo não foi divulgado.

Homenagens – Vários artistas de Hollywood deixaram suas condolências pela morte do diretor. Ron Howard e Elijah Wood , por exemplo, se manifestaram pelo Twitter. “Não haverá mais filmes de Tony Scott. Um dia trágico”, escreveu o diretor Ron Howard; “péssimas notícias sobre Tony Scott. Descanse em paz”, comentou o ator Elijah Wood.

Spike Lee, Chris Rock, Michael Moore, Jon Favreau, Octavia Spencer, Samuel L. Jackson, Dylan McDermott, Rob Schneider, Dominic Monaghan e Christian Slater também usaram o microblog para consolar a família Scott.

Carreira – Nascido em 21 de julho de 1944, Tony Scott construiu sua carreira como diretor de comerciais para televisão antes de ingressar nos cinemas com Top Gun (1986) e iniciar uma carreira de sucesso voltada para o gênero do ‘thriller’.

Continua após a publicidade

Ao longo de sua carreira trabalhou cinco vezes com o ator Denzel Washington. Seu último filme como diretor, Incontrolável (2010), foi também sua última colaboração com Washington – com quem um ano antes fez o remake de O Sequestro do Metrô 123, assim como Dejà Vu, Chamas da Vingança e Maré Vermelha em 2006, 2004 e 1995, respectivamente.

Outros de seus filmes mais conhecidos são Um Tira da Pesada II (1987), Revenge – A Vingança (1990), Dias de Trovão (1990), Amor à Queima Roupa (1993) e Domino – A Caçadora de Recompensas (2005).

Como produtor, junto com seu irmão Riddley Scott, participou de projetos como o recente Prometheus, assim como séries de televisão como Numb3rs e The Good Wife.

(Com Agência EFE)

Publicidade