Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Renascer colore Sapucaí para falar do artista Romero Brito

Escola demonstra vontade e competência para se manter no Grupo Especial

Por Andréa Dutra 19 fev 2012, 23h54

Um tema rico em cores e formas, como o Romero Brito da escola Renscer de Jacarepaguá, parece fácil de realizar. Os riscos de deslizes moram justamente na hora de misturar as cores do artista com a exuberância peculiar ao Carnaval. A Renascer conseguiu fazer lindas alegorias, lindas fantasias, riquíssimas em referências à obra de Romero Brito, sem carregar nem pesar demais no visual. E mesmo com brilhos e muita luz, manteve o desfilo dentro da coerência da proposta. A Renascer conseguiu imprimir nas alegorias e nas fantasias a mesma leveza e alegria, quase infantis, da obra do artista homenageado. A escola coloriu, lindamente, a avenida, valorizada pela nova iluminação. Sem nomes famosos, sem celebs de ocasião, a Renascer veio com o povo cantando, a turma animada e cheia de vontade de manter o posto no Grupo Especial.

https:http://storify.com/vejacarnaval/renascer-de-jacarepagua/embed

Pratos, frigideiras, xekerês, a escola trouxe instrumentos do samba de raíz, lindamente empregados, pela super bateria de Mestre Paulão. Mesmo com o medo de estourar o tempo do desfile e tendo que dar uma corridinha no final, a escola passou bem e mostrou que mereceu subir de grupo.

Destaques:

– A primeira impressão que se tem, sobre a reforma da Sapucaí, é que o Sambódromo está arejado, reluzente, finalmente visto como foi concebido, há mais de 30 anos, por Oscar Niemeyer.

– O Foco na Bateria, novidade da cobertura da TV Globo deste ano, ainda não deu muito certo, vamos ver ao longo do desfile se os problemas de sincronismo desaparecem.

Continua após a publicidade

– É bem simpática a matéria rapidinha com o carnavalesco apresentando o tema da escola. Todo mundo gosta de entender o processo de feitura do carnaval.

– A Renascer de Jacarepaguá apresenta as cores de Romero Brito com a garra de quem deseja manter o posto alcançado no Grupo Especial. A emoção de Mestre Paulão mostra que eles vêm com tudo. As fantasias estão explorando bem as cores e traços de Romero Brito,

– É bonita a câmera lenta nos passistas, recurso antigo, mas que dá aquela valorizada romântica na fantasia e no samba no pé.

– A medusa ficou mezzo-Caravaggio e mezzo-noiva do Chucky

– Linda a parada dos surdos da Renascer, com a melodia do samba chegando na frente, aquecendo a galera.

– Gente que está acostumada a desfilar, elogia a nova iluminação e a beleza do Sambódromo. Quem curte desfilar para sair do anonimato e sentir os holofotes, está feliz da vida, o integrante nunca esteve tão iluminado.

– Sempre fofíssimos os videos de espectadores brasileiros fora do Brasil. Faz a gente sentir o tamanho do privilégio de estar no nosso calor, no nosso samba, na nossa terra, nesses dias tão especiais e brasileiros.

Continua após a publicidade
Publicidade