Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Remakes de filmes de horror podem ter Angelina Jolie e Tom Cruise

Atriz pode protagonizar nova versão de ‘A Noiva de Frankenstein’, já o ator de ‘Missão: Impossível’ deve estrelar ‘A Múmia’

Por Da Redação 24 nov 2015, 19h05

O estúdio americano Universal planeja criar um “universo cinematográfico” tendo como base os clássicos do horror dos quais ele tem os direitos de adaptação, como Frankenstein, Drácula, A Múmia, O Homem Invisível, O Lobisomem e O Monstro da Lagoa Negra. Para isso, o estúdio está convidando alguns atores de peso para estrelar as produções: Angelina Jolie para uma nova versão de A Noiva de Frankenstein, e Tom Cruise para reviver o explorador Rick O’Connell, de A Múmia. As informações são dos sites das revistas The Hollywood Reporter e Variety.

Leia também:

Angelina Jolie bate em Brad Pitt em trailer de ‘À Beira-Mar’

Filme com Tom Cruise é processado por família de traficante

‘Missão: Impossível 5’ renova franquia com mais humor e leveza

A Universal vai tentar convencer Angelina, que já afirmou que tinha planos de se aposentar da carreira de atriz, a estrelar nova versão de A Noiva de Frankenstein (1935), baseado no livro de Mary Shelley. No filme original, dirigido por James Whale, o papel de noiva de Frankenstein (Boris Karloff) ficou com a atriz Elsa Lanchester. O longa mostrava uma versão do monstro que havia aprendido a falar e foi considerado por muitos críticos a obra-prima de Whale.

Já as conversas com Cruise estão mais avançadas, segundo o site da Variety. O ator deve ficar com o papel que já foi de Brendan Fraser no filme de 1999 e que teve duas sequências, O Retorno da Múmia (2001) e A Múmia: Tumba do Imperador Dragão (2008). A história, cujo roteiro está sendo escrito por Jon Spaihts (Prometheus e Van Helsing), vai se passar nos dias atuais.

De acordo com a publicação, os personagens dos vários filmes de horror devem fazer participações nos outros longas, antes de o estúdio lançar uma franquia nos moldes de Os Vingadores, unindo todos eles.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade