Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Rafinha Bastos ‘ensina’ a Gregorio Duvivier o que é amor

Humorista escreveu um texto em que fala sobre seu relacionamento com Júnia Carvalho, com quem ele é casado desde 2004

Por Da redação Atualizado em 13 set 2016, 18h57 - Publicado em 13 set 2016, 15h37

Depois da repercussão da coluna de Gregorio Duvivier na Folha de S.Paulo, em que faz uma declaração à ex-namorada Clarice Falcão — às vésperas, veja bem, da estreia da comédia romântica Desculpe o Transtorno, que os dois protagonizam –, outro humorista resolveu falar sobre amor. Em um verdadeiro textão no Facebook, Rafinha Bastos se abre sobre o relacionamento com Junia Carvalho, com quem é casado desde 2004 e tem um filho.

LEIA TAMBÉM:
Rafinha Bastos e Otávio Mesquita batem boca ao vivo

No texto, Rafinha rebate os argumentos de Gregório sobre o que seria o verdadeiro amor. “A minha visão de ‘amor de verdade’ é bem diferente”, diz o comediante. “O nosso amor não tem essa firula toda, não, Gregório. A gente não fez filme, não fez poesia, nem música. O máximo que a gente fez foi um criado-mudo de madeira e um quebra-cabeça de 498 peças (duas o meu cachorro Walmor engoliu).”

“Pra mim, amor de verdade não é jazz, gastronomia e nem debate sobre cisgênero. Amor de verdade é brigar pelo lençol, é disputar o carregador de bateria e ficar p* quando o outro não atende o celular”, escreveu. “Amor de verdade (aquele que dura) não tem poesia… sequer tem trilha sonora. Música dura muito pouco. Na vida real, a felicidade pode estar no silêncio. O silêncio que me permite, finalmente, abraçar a minha mulher e ver a p* da minha série do Netflix em paz. Simples assim.”

O texto de Rafinha também repercutiu nas redes sociais – o nome do humorista está nos trending topics, os assuntos mais comentados no Twitter. Confira abaixo o texto na íntegra:

Continua após a publicidade
Publicidade