Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Produções “caseiras” ganham destaque no Itaú Cultural

Por Da Redação
3 ago 2012, 10h26

Por AE

São Paulo (AE) – Eles têm poucos recursos financeiros, lidam com condições técnicas precárias, são quase sempre autodidatas e, principalmente, o que os une é a vontade de fazer cinema. As produções desses realizadores, que podem ser classificadas, sem nenhum demérito, como “toscas”, são as estrelas da mostra Cinema de Bordas, cuja quarta edição acontece até domingo, 5, no Itaú Cultural.

O termo “cinema de bordas” foi criado pela pesquisadora e doutora em cinema Bernadette Lyra, que é uma das curadoras do festival desde a primeira edição, em 2009. “Ele oscila entre as bordas do cinemão popular e do cinema que já está visto e revisto de uma maneira midiaticamente mostrada, o cinema de exibição comercial”, explica Bernadette.

Se um filme nacional mais ligado à indústria cinematográfica tradicional já encontra dificuldades para ser exibido, para essas produções “caseiras”, a mostra é uma boa oportunidade de serem vistas pelo público. E o filme A Maudição (sic) da Casa de Vanirim, que passa nesta sexta, numa seleção que começa às 20h, finalmente encontra sua audiência. A fita VHS com a gravação da produção, realizada na cidade capixaba de Mantenópolis, ficou perdida por 15 anos até ser encontrada pelo seu diretor, Manoel Loreno, o “Seu” Manoelzinho. Ele e outros realizadores vão conversar com o público.

Continua após a publicidade

Nesta sexta e amanhã, 4, as sessões são às 18h e às 20h. No domingo, às 16h e às 18h. Os ingressos gratuitos são distribuídos com meia hora de antecedência.

Mostra Cinema de Bordas – Itaú Cultural. Avenida Paulista, 149, Cerqueira César.2168-1776. Até domingo. Hoje e amanhã, às 18h e às 20h; domingo, às 16h e às 18h. Grátis. (ingressos devem ser retirados meia hora antes de cada sessão).

As informações são do Jornal da Tarde

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.