Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pérola Negra relembra a história a partir de Itanhaém

Cidade da costa paulista, que comemora declarados 480 anos, é foco da escola

Por Da Redação 19 fev 2012, 00h08

A Pérola Negra, da Vila Madalena, levará para a avenida a história de Itanhaém, cidade que disputa o título de segunda mais antiga do país – ela comemora em 2012 declarados 480 anos, mesma idade de São Vicente, considerada a mais velha cidade brasileira.

O enredo, que recebeu o título A Pedra que Canta Também Samba – Itanhaém, Hoje a Pérola É Você, conta desde episódios antigos de Itanhaém, como a catequização dos índios pelos jesuítas, até fatos mais recentes, como as gravações da novela Mulheres de Areia (1993) nas praias na cidade paulista.

A escola investiu em fantasias para representar índios, jesuítas, portugueses, franceses, expedições colonizadoras, capitanias hereditárias e pescadores, além de nomes importantes como o Padre José de Anchieta e o alemão Hans Staden, que foi capturado pelos índios tupinambás, mas conseguiu escapar de ser devorado.

Entre os destaques, está a panicat e ex-BBB Jaque Khury.

Continua após a publicidade
Publicidade