Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Peças roubadas do Museu do Louvre há 40 anos são recuperadas

Um elmo e a parte das costas de uma armadura, incrustadas em ouro e prata, foram recuperadas das mãos de uma família de Bordeaux

Por Da Redação 3 mar 2021, 20h30

Um elmo e a parte das costas de uma armadura incrustadas em ouro e prata, feitas no século XVI, provavelmente em Milão, na Itália, foram recuperadas pelo Museu do Louvre, em Paris, na França, depois de 40 anos. As peças, que foram doadas à instituição em 1922 pela família Rothschild e desapareceram do museu em 31 de maio de 1983, em circunstâncias nunca esclarecidas.

As peças foram encontradas após um especialista em antiguidades militares alertar o Escritório Central de Combate ao Tráfico de Bens Culturais sobre uma herança de uma família em Bordeaux que continha as peças suspeitas. A polícia, que tem um banco de dados com mais de 100 mil obras de arte roubadas, confirmou que se tratava da peça que havia desaparecido do Louvre.

O próximo passo da polícia, agora, é descobrir como essas peças foram para nas mãos dessa família de Bordeaux. De acordo com uma reportagem da AFP, o último roubo ocorrido no museu foi em 1998, um quadro de Camille Corot, ainda não recuperado. 

Publicidade