Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Peça ‘Tieta do Agreste’ ganha aval para captar R$ 3,8 milhões

Peça que tem previsão de estreia para o próximo ano, contará com diretor de 'A Força do Querer', Pedro Vasconcelos

Por Da redação 14 out 2017, 14h08

O romance Tieta do Agreste, o best-seller de Jorge Amado que deu origem à novela reexibida agora pelo canal pago Viva, será adaptado para os palcos. Um espetáculo que contará a história, com previsão de estreia para o próximo ano, recebeu o aval do Ministério da Cultura para captar 3,8 milhões de reais. Agora, a produção da peça tem até o final de dezembro deste ano para encontrar patrocinadores que queiram contribuir com a montagem, através de incentivos fiscais.

  • O espetáculo será dirigido por Pedro Vasconcelos, que também é responsável pela novela A Força do Querer. “Já dirigi montagens de Capitães da Areia e Dona Flor e Seus Dois Maridos. Decidi continuar a trabalhar com as obras de Jorge Amado, através da história de Tieta”, contou Pedro a VEJA.

    O diretor também dirigiu Amado no cinema. Ele lança no dia 2 de novembro a adaptação de Dona Flor e Seus Dois Maridos, que será protagonizado por Juliana Paes, Leandro Hassum e Marcelo Faria.

    A princípio, o plano é que a montagem de Tieta seja exibida em 24 sessões no Rio de Janeiro, 32 em São Paulo e mais 32 em uma turnê por outras cidades do Brasil, que totalizam 88 apresentações. Vasconcelos explicou que a produção já comprou os direitos da obra e que, agora, está fazendo a captação da verba.

    Cena de ‘Tieta do Agreste’ (1996) Reprodução/TV Globo


    Tieta do Agreste
    já teve versão em novela, na Rede Globo, entre 1989 e 1990. O folhetim era protagonizado por Betty Faria e agora está sendo reexibido no canal Viva de segunda a sábado, às 15h30 e à 0h30. Em 1996, um filme homônimo foi lançado com Sônia Braga no papel principal e com a direção de Cacá Diegues.

    Continua após a publicidade
    Publicidade