Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Página do Grammy no Facebook é suspensa para o Brasil

Ao que tudo indica, o motivo para isso é bizarro e está relacionado a Inês Brasil, que se tornou conhecida após a divulgação de seu vídeo de inscrição para o ‘BBB13’

Por Da Redação 3 dez 2015, 17h00

A página do Grammy Awards no Facebook foi suspensa para o Brasil nesta quinta-feira. Os brasileiros que tentam acessar a página se deparam com a mensagem do site de que o conteúdo não está disponível, sem outras explicações. Poderia ser uma simples falha do sistema da rede social ou um problema com a página do Grammy, mas, aparentemente, existe outro motivo (bizarro) para o erro.

Leia também:

As velhas novidades do Big Brother Brasil 13

Ao que tudo indica, a retirada da página do ar envolve Inês Brasil, cantora e dançarina que se tornou conhecida na internet após a divulgação de seu vídeo de inscrição para o Big Brother Brasil de 2013. No vídeo, Inês se apresentava com um “Alô, alô, graças a Deus” e dizia que era a quinta vez que ela tentava entrar no reality da Globo, antes de ensaiar alguns passos malucos de dança (sem nenhuma música de fundo, aliás).

Inês liderava até esta quarta-feira um concurso da premiação americana chamado Grammy Amplifier, que tem a função de promover novos artistas. Para participar, os cantores ou bandas deveriam enviar uma música, uma breve biografia e perfis nas redes sociais, criando uma página no site do Grammy. O público poderia conhecer esses artistas e votar – os três mais votados ganhariam ou a gravação de uma música com um produtor vencedor de um Grammy, ou a gravação de um clipe, ou a oportunidade de fazer o show de abertura de uma grande turnê ou festival.

Inês estava à frente com quase 71 000 votos, até seu nome ser misteriosamente retirado da competição e a página do Grammy no Facebook desaparecer para os brasileiros. Os fãs de Inês Brasil, aliás, também tinham “invadido” a rede social no começo da semana, quando a premiação anunciou em sua página que a lista de indicados ao prêmio de 2016 sairia na semana que vem. Na postagem, começaram a aparecer inúmeros comentários torcendo por Inês, todos com a frase “Inês Brasil better be nominated” (Inês Brasil deve ser indicada).

A organização do Grammy ainda não se pronunciou sobre o caso. As páginas da premiação no Twitter e no Instagram continuam ativas para brasileiros.

(Da redação)

Continua após a publicidade

Publicidade