Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Ouça a conversa entre Ana Hickmann e fã que a atacou

Gravação foi feita pelo cabeleireiro da apresentadora, feita refém por seguidor obcecado e depois morto a tiros pelo cunhado de Ana

Por Da Redação
Atualizado em 5 jun 2024, 01h47 - Publicado em 23 Maio 2016, 09h47

Feita refém por um fã obcecado e armado com um revólver calibre 38, Ana Hickmann ainda tentou convencê-lo a largar a arma e se acalmar. É o que se ouve na conversa entre eles, gravada por um cabeleireiro da apresentadora durante o ataque sofrido por ela no último sábado, em um hotel de Belo Horizonte. Irredutível e aparentemente fora de si, Rodrigo Augusto de Pádua, o fã, acabou rendido e morto pelo cunhado de Ana, Gustavo Correa, irmão de seu marido, Alexandre. O áudio da tentativa de negociação foi ao ar na noite deste domingo, na TV Record, onde trabalha Ana. Ouça abaixo.

LEIA TAMBÉM:

Ana Hickmann sobre atentado: ‘Estou profundamente abalada’

Continua após a publicidade

Cunhado de Ana Hickmann revela detalhes sobre o atentado ​

Marido de Ana Hickmann homenageia irmão após atentado

Rodrigo Augusto de Pádua, 30 anos, abordou Gustavo Correa no corredor do hotel e, com uma arma apontada para a sua cabeça, o obrigou a levá-lo para o quarto da apresentadora, a quem acusou de lhe ter feito mal. “Não vou atirar em você, cara, você não fez nada contra mim. Ela fez!”, diz o fã a Correa, que depois entraria em um corpo a corpo com Rodrigo e o desarmaria. Ana, então, tenta acalmá-lo. “Mas eu posso consertar”, diz Ana, aparentando calma.

Continua após a publicidade

“Eu não vou matar ninguém. Eu não sou assassino”, continua o fã, que manda os três — Ana, Gustavo e sua mulher, Giovanna, que foi baleada, se sentarem de costas para ele. “Moço, se tem alguma coisa que eu fiz, me diga como que eu conserto isso”, insiste a apresentadora. “Eu sou um ser humano, cretina”, responde Rodrigo, ríspido. “Eu tenho coração. Eu te falei um milhão de vezes.” Ana Hickmann segue tentando dialogar: “Eu jamais partiria seu coração”.

Pouco depois, segundo Gustavo contou a VEJA SP, a apresentadora desmaiou no colo da cunhada, que é sua assessora. Nesse momento, Rodrigo avançou, atirando, e Gustavo entrou em luta corporal com ele. Quando ele conseguiu pegar a arma, Giovanna, que em algum ponto foi atingida no braço e no abdômen, e Ana, que já havia despertado, correram para fora do quarto. Gustavo disparou duas vezes contra a cabeça de Rodrigo.

https://youtube.com/watch?v=vygFcqtDYxY

Continua após a publicidade

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.