Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Osso — Mind the Bones: restaurante revelação de Belo Horizonte

A melhor novidade gastronômica da cidade encanta pelas carnes preparadas na parrilla ou no fogão

Por Daniel Salles, Rafael Rocha, Juliana Koch, Juliana Soares, Lígia de Matos, Marcus Celestino, Mariana Celle e Rafaela Matias Atualizado em 9 dez 2017, 13h50 - Publicado em 9 dez 2017, 04h00

Cercado por um alpendre decorado com vidros coloridos, o restaurante, situado numa esquina, é um daqueles endereços irresistíveis em dias de calor. As mesas se espalham pelo arejado salão, pela varanda e também pela larga calçada em frente, sombreada por ombrelones. É pena que a grande estrela da casa, a parrilla, só possa ser vista por aqueles que se dirigem ao banheiro. Nela são preparados cortes nobres, como o bife de chorizo de gado wagyu (R$ 129,00) e o assado de tira de boi da raça angus (R$ 58,00). De acompanhamento há purê de batata trufado (R$ 28,00) e capelete de queijo, manjericão e pomodoro rústico (R$ 28,00), entre outras pedidas. O cardápio lista ainda pratos principais como os camarões na brasa ladeados por tortellini recheados com carne de porco e maçã (R$ 89,00), a canelinha de leitão servida sobre risoto de funghi e caramelo de molho rôti (R$ 48,00) e a costeleta de tambaqui na brasa escoltada por vinagrete de feijão-fradinho e queijo de coalho tostado (R$ 49,00). Para distrair a fome, boas escolhas são o croquete de costela com mostarda escura (R$ 32,00, com dez unidades) e a coxinha de camarão e emulsão de queijo da Serra da Canastra (R$ 36,00, com oito unidades). Esses últimos, aliás, fazem ótima companhia para o chope da Heineken (R$ 9,50, 300 mililitros) ou para o Verano, da Wäls (R$ 11,00, 300 mililitros). Quem prefere vinho encontra ali oitenta opções. Levinho, o branco português Colheita Selecionada da Quinta de Linhares custa R$ 114,00. Para fechar, tem churros de paçoca com doce de leite (R$ 22,00). Rua São Paulo, 1984, Lourdes, ☎ 3292-8235 (150 lugares). 11h45/0h30 (sex. e sáb. até 1h; dom. 12h/18h; fecha seg.). Aberto em 2016. $$

Osso – Mind the Bones: a canelinha de leitão é uma das receitas de sucesso Victor Schwaner/VEJA

2º lugar: Caravela
O restaurante funcionou por dois anos em Casa Branca, cidadezinha na região de Brumadinho (MG). Em agosto de 2017, transferiu-se para Belo Horizonte e fixou-se no bairro Cidade Jardim. A mudança foi decisão do chef português Cristóvão Laruça, que queria ficar mais próximo à clientela, quase toda da capital. Entre as delícias da terrinha servidas ali estão o bacalhau com batata inglesa, cominho e hortelã (R$ 138,00, para dois) e o polvo com batata-doce, gengibre e tomate (R$ 140,00, para dois), ambos servidos na cataplana, panela metálica arredondada típica do Algarve, no sul de Portugal. Há também pratos individuais, a exemplo da bochecha de porco com purê de batata, farofa de amêndoa, cebola caramelizada e tomate no azeite (R$ 62,00). Para beber, a caipiroyal faz uma releitura da caipirinha, só que com vinho do Porto branco (R$ 18,00). Avenida Prudente de Morais, 202, Cidade Jardim, ☎ 2531-3101 e 99585-5804 (52 lugares). 11h30/14h30 e 19h30/23h30 (sex. e sáb. 12h/16h e 19h30/23h30; dom. só 12h/16h30; fecha no jantar de seg. a qua.). Aberto em 2014. $$$

3º lugar: Campagne
Rodeado por uma área verde, o restaurante fica em Macacos, distrito de Nova Lima. Alguns produtos que entram nas receitas, como embutidos, picles e farinha, são feitos na casa pelo chef Rafael Tocchetto. Com influência da charcutaria francesa, figura entre as entradas a terrine preparada com carne suína e especiarias, que é servida com mostarda da casa, confit de cebola, picles de figo turco e cesta de pães (R$ 27,00). A sopa de cebola francesa gratinada (R$ 36,00) é alternativa em dias mais frios. Depois, pode vir a costela bovina assada por doze horas com purê de abóbora e farofa de farinha de mandioca artesanal com manteiga de garrafa (R$ 72,00). Estrada do Engenho, 1163, São Sebastião das Águas Claras (Macacos), ☎ 3547-7273 (64 lugares). 19h30/23h30 (sex.), 12h/17h30 e 19h30/23h30 (sáb.) e 12h/17h30 (dom.). Aberto em 2016. $$$

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês