Clique e assine a partir de 8,90/mês

Os melhores restaurantes italianos em Brasília

Confira os endereços da categoria que valem a visita

Por Gabriela de Almeida, Guilherme Lobão, Larissa Lima, Mirela Mazzola, Mateus Vidigal e Sara Campos - Atualizado em 4 set 2017, 21h23 - Publicado em 19 ago 2017, 02h00

O roteiro a seguir, com quinze estabelecimentos, integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER BRASÍLIA 2017/2018:

 

Gero – eleito pelo júri o melhor restaurante italiano

Como todos os restaurantes do grupo Fasano, a unidade brasiliense do Gero exibe sofisticação comedida na decoração, assinada pelo arquiteto Aurélio Martinez Flores, o mesmo dos endereços de São Paulo e do Rio. O serviço, sempre impecável, é outro padrão da grife que se repete por aqui: o gerente Célio Freitas e o chef Ronny Peterson, finalista na categoria Chef do Ano desta edição, trabalham no grupo paulistano há 23 e dezoito anos, respectivamente. A afinação da cozinha, dedicada a clássicos da culinária italiana, aparece logo no capítulo das entradas, caso da equilibrada alcachofra gratinada com parmesão e aspargos (R$ 56,00). Na seção principal, as massas prezam pela delicadeza, como pode atestar o ravióli de pato ao molho de laranja (R$ 88,00). Importado do menu do Fasano da capital paulista, o filetto di manzo alla rossini consiste em filémignon ao molho marsala com trufa negra e foie gras (R$ 139,00) e está entre os pratos mais pedidos. Para ladeá-lo, o sommelier João Paulo Inocêncio Gama sugere rótulos como o tinto toscano Piccini Vito Cabernet Sauvignon 2015 (R$ 119,00), um dos 160 da carta de sua autoria. Suflê de chocolate com sorvete de baunilha (R$ 41,00) ou o italianíssimo tiramisu (R$ 44,00) encerram a refeição em grande estilo. Durante o dia, há almoço executivo, com couvert, entrada, prato principal e sobremesa, por R$ 104,00 — nessa ocasião, pode aparecer, por exemplo, o risoto de provolone com presunto cru e crocante de alho-poró.

Shopping Iguatemi Lago Norte, (61) 3577-5520 (100 lugares). 12h/15h e 19h/23h (sex. almoço até 16h e jantar até 0h30; sáb. almoço até 17h e jantar até 0h30; dom. almoço até 17h e jantar até 22h). Aberto em 2010. $$$$

 

Continua após a publicidade

2º Lugar – Trattoria da Rosario

Italiano mais condecorado de Brasília, o estabelecimento comandado pelo chef napolitano Rosario Tessier não se limita às massas. Inspirado na culinária da região da Úmbria, Tessier inseriu no menu o faisão recheado de miúdos (R$ 99,00). O prato pode ser solicitado com polenta mole ou nhoque com queijo de ovelha, ambas as guarnições finalizadas com pasta de trufa. Para harmonizar, a sugestão recai sobre o vinho tinto Zenith Primitivo Di Manduria 2014 (R$ 295,00). Como entrada, o chef traz de uma fábrica em Natal, comandada por italianos, a burrata que serve três pessoas (R$ 69,00).

QI 17, loja 215/216, Edifício Fashion Park, Lago Sul, (61) 3248-1672 (130 lugares). 12h/15h e 19h30/0h (sáb. almoço até 16h; dom. só almoço até 17h; fecha seg.). Aberto em 2003. $$$$

 

3º Lugar – Pecorino Bar & Trattoria

As filiais brasilienses da rede paulistana estão sob o comando do fundador, Zito Silveira, com sócios locais. O bar serve drinques tipicamente italianos, a exemplo do aperol spritz (R$ 29,00). Para comer, o acento mantém-se com a berinjela à parmigiana de entrada (R$ 28,00). Na etapa principal, faz sucesso o lombo de cordeiro com nhoque na manteiga e sálvia (R$ 59,00). A carta de sobremesas traz crepe de Nutella (R$ 19,00).

210 Sul, bloco C, loja 38, (61) 3443-8878 (78 lugares). 12h/15h e 19h/0h (sex. e sáb. até 16h e 1h; dom. só almoço até 18h). Mais um endereço. Aberto em 2014. $$$

 

Abbraccio

Com sotaque italiano e estilo americano, a rede do grupo Bloomin’ Brands, também detentora do Outback, instalou-se em Brasília em 2016. Como entrada, serve arancini, típico bolinho de risoto recheado com linguiça e pimentão (R$ 31,50, seis unidades). Para a etapa principal, o pappardelle ao molho alfredo ganha adicional de vitela, cogumelo-de-paris e presunto cru crocante (R$ 65,00).

Shopping Iguatemi Brasília, Lago Norte, (61) 3468-4854 (292 lugares). 12h/15h e 17h30/23h (sex. e sáb. sem intervalo até 0h; dom. sem intervalo até 22h30). Aberto em 2016. $$$

 

Cantina da Massa

No interior de Santa Catarina, Alda Bressan ajudava a avó a fazer as massas para as refeições da família. Da cozinha familiar, partiu para uma pequena rotisseria e depois um dos mais tradicionais restaurantes italianos de Brasília. Ela oferece quinze sugestões de massas frescas e doze de molhos, como a lasanha margherita (R$ 52,90, para dois), e também um filé à parmigiana (R$ 76,90, para dois), com duas guarnições à escolha.

302/303 Sul, bloco A, loja 4, (61) 3226-8374 (80 lugares). 12h/15h e 19h/0h (sáb. sem intervalo; dom. e feriados até 17h). Aberto em 1996. $$

 

Gastronomia Gatto Nero

O casal Simone e Ivens Gasparotto transformou uma rotisseria de família em uma cantina. Para começar, o couvert (R$ 38,00) inclui focaccia mais seis antepastos. Em seguida, os pedidos voltam-se para as massas artesanais, como o rondelli de noz ao molho de cogumelo seco (R$ 70,00) e a lasanha à bolonhesa (R$ 42,00).

QI 7, bloco B, loja 105, Lago Sul (61) 3248-1609 (70 lugares). 12h/16h e 19h/23h (sex. e sáb. jantar). 208 Sul, bloco A, loja 36, (61) 3253-4177 (50 lugares). 12h/15h (fecha dom.). Aberto em 1996. $$$

 

Hostaria dei Sapori

Sob a batuta do italiano Giuseppe Modafferi, serve pratos típicos em ambiente descontraído, com shows de jazz reservados para um fim de semana por mês. De entrada, o misto italiano reúne uma seleção de antepastos como almôndega, queijo e salame (R$ 39,90). Como prato principal, o fettuccine de frutos do mar (R$ 69,90) disputa a preferência com o nhoque de abóbora ao molho de gorgonzola (R$ 39,00).

212 Sul, bloco A, loja 4, (61) 3346-3234 (150 lugares). 12h/15h e 19h/0h (sex. e sáb. jantar até 1h). Aberto em 2011. $$

 

Continua após a publicidade

Limoncello

À frente da casa, a restauratrice Fabiany Damasceno desenvolveu o conceito do local, cuja cozinha está hoje sob o comando do chef Eduardo Brigido. Ele prepara a terrine de foie gras, pão preto, sagu de vinho marsala e fgo servida como entrada (R$ 42,00). Na seção principal, o clássico espaguete à carbonara serve de guarnição para a costela de tira de gado black angus (R$ 78,00).

402 Sul, bloco A, loja 33, (61) 3226-3208 (100 lugares). 12h/15h e 19h/23h (sex. e sáb. almoço até 16h e jantar até 1h; dom. somente almoço até 16h30). Aberto em 2013. $$$$

 

Oscar

Uma homenagem ao arquiteto Oscar Niemeyer, o restaurante tem traços arquitetônicos da década de 60 e decoração com painéis feitos pelo artista Clausem Bonifácio. No menu, há o spigola in crosta di olive nere (R$ 56,00), robalo em crosta de azeitona preta com purê de mandioquinha; e o sformatino di formaggio al frutti di bosco (R$ 20,00), mousse de queijos brancos com calda de frutas vermelhas.

Setor de Hotéis de Turismo Norte, trecho 1, Brasília Palace Hotel, (61) 3306-9060 (66 lugares). 12h/15h e 19h/23h (sáb. e dom. 12h30/16h e 19h/23h). Aberto em 2006. $$$

 

Trattoria 101

O italiano Luigi Benegiamo trocou as pistas da Fórmula 3, na qual atuava como engenheiro mecânico, pelas caçarolas. Em seu restaurante, pode-se pedir um filé à parmigiana com fettuccine Alfredo (R$ 68,50, individual; R$ 120,00, para dois). Para a sobremesa, o cardápio evidencia salame de chocolate (R$ 14,50), preparado com biscoito e cacau em pó mais castanha-de-caju.

CLSW 101, bloco C, lojas 38/42, Sudoeste, (61) 3344-8866 (50 lugares). 12h/15h e 19h/0h (dom. até 16h). Aberto em 1997. $$

 

Villa Borghese

Um dos restaurantes mais tradicionais da cidade, a casa comandada pela chef Ana Toscano tem massas artesanais como o tagliatelle servido dentro de pão italiano tostado com molho de bacon, azeitona preta, cogumelo-de-paris, carne, cebola, manjericão e azeite (R$ 77,00). Receita da família, o cordeiro della nonna (R$ 72,00), assado com ervas e vinho e servido com tagliatelle na manteiga, está entre os mais pedidos.

201 Sul, bloco A, loja 33, (61) 3226-5650 (90 lugares). 12h/15h e 19h/0h (sáb. e dom. almoço até 16h). Aberto em 1995. $$$

 

Villa Tevere

Comandado pela dupla de mãe e flho, Suzana e Flávio Leste, o endereço prepara o polpettone (R$ 74,60) recheado de mussarela de búfala e gratinado ao molho de tomate italiano e queijos parmesão e mussarela de búfala. A receita é escoltada por espaguete com manteiga e sálvia fresca ou nhoque a quatro queijos. Novidade, o fletto campagna (R$ 86,30), gratinado ao molho de cogumelos flambados em uísque, gorgonzola e mel, vem acompanhado de arroz com amêndoa, pistache e limão-siciliano.

115 Sul, bloco A, loja 2, (61) 3345-5513 (120 lugares). 12h/15h e 19h30/23h45 (seg. só jantar; sex. e sáb. até 0h45; dom. só almoço). Aberto em 1999. $$$$

 

Due

Nascida uma bruschetteria, a casa foi logo ganhando aspecto de trattoria. Dentre as opções de entrada, há bruschetta de molho pomodoro (R$ 11,00) e caprese, com tomate, mussarela de búfala e manjericão (R$ 15,00). Quem busca uma refeição completa, pode continuar a sequência provando o filé ripiena (R$ 56,00), medalhão recheado com queijo brie ao molho da própria carne, guarnecido de fettuccine ao perfume de trufa.

209 Norte, bloco D, loja 59, (61) 3532-1018 (lugares). 18h/23h (sáb. 12h/0h; dom 12h/15h). Aberto em 2013. $$$

 

Il Basilico

Da pequena cozinha situada na Quituart, os sócios italianos Michele Casalino e Gustavo Blasetti, um de Milão e outro de Rieti, elaboram pratos típicos da terra natal, com ênfase em massas. O fettuccine cozido al dente pode compor o carbonara clássico (R$ 35,00), sem adição de creme de leite e finalizado com queijo pecorino, ou o primavera (R$ 38,00), que leva tomate cereja, azeitona preta, burrata e pesto de manjericão.

QI 9/10, canteiro central, Quituart, Lago Norte, (61) 98347-3295. Qui. e sex. 19h/23h; sáb e dom. 12h/16h. Aberto em 2014. $$

 

Continua após a publicidade

Piccolo Emporium

Quarta geração de charcuteiros italianos, Ville Della Penna chegou criança a Brasília, onde cresceu e manteve a vocação familiar à frente do endereço (O Ville não faz mais parte da sociedade). As carnes curadas e massas artesanais ali produzidas compõem o cardápio enxuto, do qual se destacam nhoque ao molho de tomate  e bucatini com carne desfiada, vinho tinto, alcaparra, azeitona e molho de tomate (ambos a R$ 39,00).

209 Sul, bloco B, loja 35, (61) 3532-0304 (60 lugares). 12h/15h e 17h/23h (sex. até 1h; sáb. sem intervalo até 1h; dom. 12h/23h; fecha seg.). Aberto em 2016. $$

Continua após a publicidade
Publicidade