Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Os melhores restaurantes italianos da Serra Gaúcha

Confira os endereços da categoria que valem a visita

Por Ricardo Castanho, Anelise Zanoni, Danilo Fantinel, Laíse Feijó, Letícia Rossa, Juliana Palma, Loraine Luz, Patrícia Feiten, Priscila Boeira e Vinícius Tamamoto 27 jun 2018, 23h00

O roteiro a seguir integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER Porto Alegre 2018/2019:

Cantina Pastasciutta
As cores da bandeira da Itália estão por toda parte. Com aparência e aromas de típica cantina rústica, a casa convida para o antepasto de queijos, embutidos, pães e patês (R$ 13,00 cada 100 gramas). A fartura aparece também nas doze opções de massa caseira feitas no dia, entre elas fettuccine, tagliatelle, espaguete, tortéi e nhoque. A clientela escolhe o tipo preferido e o combina com um dos molhos do cardápio. Quem vai de quatro queijos com escalope de filé paga R$ 138,00 (para duas pessoas). O queridinho da nonna, que leva bolonhesa, tomate fresco, alho, cebola, sálvia, manjerona e pimentões, sai por R$ 104,00, também para dividir. Na seção de carnes, a parmigiana com arroz e fritas custa R$ 134,00 (para duas pessoas). Completa a trajetória crepe de banana flambada com sorvete de creme (R$ 15,00). Avenida Borges de Medeiros, 2083, centro, Gramado, ☎ (54) 3286-2131 (160 lugares). 11h30/0h. Aberto desde 1981. $$$

Casa Madeira
Localizada no coração do Vale dos Vinhedos, a casa traduz a culinária típica da colonização italiana. O cardápio único custa R$ 68,00 por pessoa e é estruturado como rodízio. À mesa ficam sempre porções de codorna e filé. Atentos aos pedidos, os garçons passam para abastecer a clientela com porções de salada de alface, radicchi e rúcula, polenta mole com molho de codorna e massas caseiras, como o tortéi de moranga. O sagu com creme, sobremesa típica da região, está incluído. A refeição pode ser harmonizada com o malbec, safra 2016, Casa Valduga Mundus (R$ 90,00). Via Trento, 3355, Linha Leopoldina, Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves, ☎ (54) 2105-3122 (110 lugares). 12h/15h30 (fecha dom.). Aberto em 2002. $$

Casa Vanni
Uma casa com estrutura de madeira e porão de pedras talhadas individualmente é o cenário do restaurante, que costuma atrair famílias principalmente nos fins de semana. Por causa do público, foi inaugurado recentemente um playground cercado e com recreacionista. O benefício é para que os pais experimentem tranquilos as receitas preparadas pela chef Jerusa Vanni. Ela mantém um cardápio curto, no qual se destaca o filé wellington (R$ 73,00), servido com ravióli de berinjela, manteiga e sálvia. Opção vegetariana, o espaguete com molho de pesto custa R$ 46,00. A panna cotta típica italiana é elaborada com frutas da estação, como amora (R$ 20,00). Linha Palmeiro, 44, Bento Gonçalves, ☎ (54) 3455-6383 (50 lugares). 12h/15h30min (fecha na qua.). Aberto em 2008. $$$

Locanda di Lucca
Assim que entram, os clientes são recepcionados com cantoria e toque de sanfona pelo proprietário Edgar Giordani. Músico, biólogo e enólogo, ele administra a proposta orgânica e biodinâmica ao lado da esposa, a arquiteta Marilei Giordani. A ideia é oferecer pratos com base no cultivo guiado pelas fases da lua. O menu degustação (R$ 108,00) é sazonal e pode mudar conforme a safra. Entre as possibilidades está o creme de cenoura orgânica com pão de levedura prolongada, servido como entrada. Opção semelhante é o creme de couve-flor negra e alho-poró. Na etapa principal podem surgir receitas como o peito de pato braseado com legumes e purê de batata-doce. O sorvete artesanal de mel figura como sobremesa. A indicação é apreciar a sequência com o vinho da casa, feito com uvas de variedade Isabel e Peverela (R$ 72,00). Distrito de São Pedro, Linha Palmeiro, 330, Bento Gonçalves, ☎ (54) 99175-8744 (30 lugares). 13h/17h (exige reserva). Aberto em 2016. $$

Mamma Gema Trattoria
Ex-zagueiro, Altemir Pessali trocou os campos de futebol por outra paixão: a gastronomia. Ao lado da mulher, Clege, ele comanda um dos restaurantes mais concorridos do Vale dos Vinhedos. A maioria dos clientes vai em busca da sequência de massas (R$ 78,00 por pessoa). Para abrir os trabalhos, os garçons levam à mesa polenta cremosa ao molho de ragu e uma salada. A refeição avança com dois tipos de risoto, cinco receitas de pasta e frango com ervas finas. Entre os preparos servidos estão o risoto de tomate seco, rúcula e castanhas, o risoto de alcachofra, o penne aos quatro queijos, o espaguete à carbonara e o ravióli de frango ao molho de gorgonzola com nozes. Fecha a série de pratos o sorvete artesanal de creme com calda de vinho ou o brigadeiro na colher. Quem prefere um almoço mais comedido pode escolher à la carte. A salada parma (R$ 33,00), por exemplo, é composta de folhas verdes, cogumelo-de-paris, queijo tipo grana padano e presunto cru. Suficiente para duas pessoas, o suave tortéi de moranga ganha o contraste do encorpado molho de carne, manjericão e cenoura (R$ 103,00). Na lista das bebidas, constam vinhos com o rótulo da casa, elaborados em parceria com a vinícola Almaúnica. O tinto com blend de uvas merlot e malbec custa R$ 55,00. Altemir Pessali também está à frente da Trattoria Primo Camilo. Na vizinha Garibaldi, o endereço ficou com a segunda colocação nesta categoria. 
RS-444 (Estrada do Vinho), quilômetro 18,9, Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves, ☎ (54) 3459-1392 (140 lugares). 11h30/15h30 (sáb. e dom. até 16h; fecha seg.). Aberto em 2010. $$

Mulino Cucina
Em fevereiro de 2018, a casa mudou a proposta de cardápio e a arquitetura. O menu, sob o comando do chef Ramon Zampieri, tem receitas que conquistam. Uma delas é o filé wellington acompanhado de risoto de queijo brie (R$ 70,00). Entre as massas, o nhoque de batata-baroa com ragu de ossobuco custa R$ 48,00. A sobremesa mais pedida é a massa folhada com doce de leite (R$ 22,00, para duas pessoas). Rua Coronel Flores, 724, 3o andar, fundos, São Pelegrino, Caxias do Sul, ☎ (54) 3221-4212 (50 lugares). 20h/23h (fecha seg. E dom.). Aberto em 2012. $$$

Continua após a publicidade

Nona Ludia
O casarão de 1880, feito com pedra basáltica esculpida a mão pela família do imigrante italiano Giuseppe DallAcqua, hoje é o concorrido restaurante com três ambientes, um em cada andar. Sobre as mesas, os garçons acomodam todo o banquete italiano, que custa R$ 60,00 por pessoa. A entrada é farta e vem com tábua de frios, pão, sopa de capelete, pien, salada verde, salada de batata, polenta frita e queijo à milanesa. Os pratos principais ficam por conta de talharim, tortéi, nhoque, frango assado, vitela, picanha grelhada e cordeiro. Está inserido no valor a sobremesa, que pode ser sagu com creme de baunilha, pudim de leite e ambrosia. Estrada dos Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves, ☎ (54) 3455-0157 (164 lugares). 11h30/14h (sáb. e dom. Até 15h; fecha seg. e ter.). Aberto em 1990. $$

Nostra Cantina
Quem está de passagem por Antônio Prado e se inspira com a cultura italiana da pequena cidade precisa conhecer esta típica cantina. Com cara de casinha do interior, serve itens coloniais no armazém: biscoitos de maisena, de canela e amanteigados (R$ 6,50 a R$ 8,00 o pacote), salames em pencas e queijos em pedaços. Mas é no rodízio que a casa ganha o coração do cliente. A sequência se inicia com tábua com frios e sopa de capelete. Ao custo de R$ 56,00 por pessoa, desfilam também pelas mesas nhoque, espaguete, macarrão, tortéi, galeto, polenta frita e queijo derretido. Os clássicos sagu com creme, ambrosia e pudim de leite ficam entre os doces. O suco de uva branco ou tinto custa R$ 9,00 (500 mililitros). RS-122, 440, Bairro Industrial, Antônio Prado, ☎ (54) 3293-4057 (100 lugares). 8h/19h. Aberto em 2000. $$

Osteria Della Colombina
Integrante do roteiro turístico Estrada do Sabor, o restaurante incorporado no porão da casa de Odete Bettú Lazzari introduz o visitante à rotina da colonização italiana. Com a ajuda das quatro filhas, a matriarca planta cerca de 75% dos ingredientes. Por isso, o cardápio é único e consiste em uma sequência de oito pratos ao custo de R$ 70,00 por pessoa. Polenta brustolada e salame, sopa de capelete com pão caseiro, salada de alface e radicchi introduzem o almoço. Na ala mais encorpada tem nhoque ao molho de salame e galinha caipira, carne de panela com legumes e fortaia. Há também espaço para sobremesas: doces em calda conforme a estação, sorvete de creme com limão-siciliano e pudim. Comunidade Linha São Jorge, Estrada do Sabor, Garibaldi, ☎ (54) 3464 7755 /9121-1040 (45 lugares). 12h/13h30 (mediante reserva). Aberto em 2001. $$

Pignatella
Baseado na culinária da região do Tirol, na Itália, o restaurante tem almoço com tempero colhido na própria horta. A sequência custa R$ 60,00 e se inicia com sopa de canederli, que são bolinhas de pão com salame cozidas em caldo. Depois, vêm à mesa salada com verduras da estação, arroz ao espumante, nhoque de batata e tomate ao molho de queijo fontina e raviólis de queijo e especiarias. O cardápio inclui salada de batata ao creme de maçã. O doce aparece para fechar a experiência: pudim de leite ao lado de fatia de torta tirolesa (R$ 60,00), recheada com creme de abóbora, vinho tinto, geleia de uva e amendoim torrado. Para degustar, é bem apreciado o merlot Pizzato 2013 (R$ 78,00). Rua Mário Salton, 320, Distrito de Tuiuty, Bento Gonçalves, ☎ (54) 99986-8859 (70 lugares). 11h/16h. Aberto em 2009. $$

Tarantino Ristorante
Na casa que transborda o sabor da Itália, nada mais adequado que começar a refeição com antepasto de salames, queijos e pães especiais (R$ 9,95 a cada 100 gramas). Aqueles que esperam um festival de temperos típicos  da nonna pedem o espaguete ao molho pomodoro com almôndegas (R$ 99,00) ou o penne à carbonara (R$ 99,00), ambos para duas pessoas. O chope pilsen Gram Bier (R$ 10,00, 300 mililitros) faz dupla. O petit gâteau de chocolate (R$ 25,00) encerra o pedido. Avenida das Hortênsias, 1522, centro, Gramado, ☎ (54) 3286-9757 (130 lugares). 11h/22h30. Aberto em 1999. $$

Trattoria Primo Camilo
A estreita rua onde se localiza a antiga casa de porão de pedra está sempre abarrotada de carros, o que indica a popularidade da trattoria. Por isso, ela atende apenas sob reserva. Apaixonado por gastronomia, o ex-jogador de futebol e empresário Altemir Pessali gosta de contar que este foi o primeiro restaurante do Brasil a usar cogumelos selvagens. Um prato com bom conceito é o risoto de porcini, com toque de queijo grana padano. Outro destaque, o medalhão de filé-mignon com cogumelos porcini chega acompanhado de espaguete à carbonara. Ambos custam R$ 140,00 e servem duas pessoas. Avenida Rio Branco, 1080, Cairu, Garibaldi, ☎ (54) 3462-3333 (110 lugares). 19h30/23h (Fecha no dom.). Aberto em 2002. $$$

O Porão
O 3º andar de uma residência tombada na cidade histórica de Antônio Prado deu lugar à cantina italiana que exala os perfumes do filé à parmigiana (R$ 59,00, para duas pessoas) recém-saído da cozinha. O prato é um dos preferidos do público e chega com salada mista e arroz. A carne aparece também no prato que leva a assinatura da casa: o filé-mignon do porão (R$ 59,00, para duas pessoas), servido com salada verde e arroz. Para beber, suco de uva integral (R$ 9,00, 500 mililitros). No rol de sobremesas há o doce de bombom (R$ 4,00), com direito a camada de chocolate e glacê. Avenida Valdomiro Bochese, 681, centro, Antônio Prado, ☎ (54) 3293-3131 (40 lugares). 9h/22h (sex. 18h/22h; sáb. e dom. 11h/14h e 18h/22h). Aberto em 1988. $$

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)