Clique e assine com até 92% de desconto

Os melhores endereços de comida oriental em Curitiba

Confira os endereços da categoria que valem a visita

Por Daniel Salles, Beatriz Malheiros, Gislaine Bueno, Josi Basso, Mara Andrich, Otavio Corsini, Rosângela Oliveira e Vinicius Tamamoto Atualizado em 22 out 2017, 11h20 - Publicado em 21 out 2017, 04h00

O roteiro a seguir, com dezessete estabelecimentos, integra a edição de VEJA COMER & BEBER CURITIBA 2017/2018:

  • Swadisht: eleito o melhor restaurante oriental pelo júri

    Saboroso ou delicioso é o significado do nome deste restaurante indiano que ocupa, desde 2012, um enorme casarão de dois andares. As paredes vermelhas e cortinas douradas espalhadas pelos diversos ambientes convidam a clientela a se imaginar na Índia. A viagem segue no paladar. Para começar, a maioria pede as porções com quatro samosas, aqueles pasteizinhos recheados com carne e especiarias (R$ 40,00), ou legumes temperados com massala (R$ 38,00), mas vale também experimentar o chicken malai kebab, feito com pedacinhos de frango marinados em ervas finas e assados com requeijão, iogurte e temperos indianos (R$ 54,00). Batizado de swadisht meat special, o medalhão de filé-mignon ao creme de curry, maçã e cogumelo-de-paris e especiarias (R$ 98,00) é um dos pratos principais mais elogiados. Outro que todo mundo quer provar é o kadai prawns, um cozido com camarões em temperos indianos (R$ 104,00). Indicadas para duas pessoas, as sugestões podem vir acompanhadas de arroz com limão e especiarias (R$ 40,00) ou pão com alho e hortelã (R$ 12,00). Na hora da sobremesa, o gulab consiste em bolinhas de leite em pó mergulhadas em calda doce e decoradas com amêndoas e castanha-de-caju (R$ 17,00). Avenida Vicente Machado, 2036, Batel, (41) 30151056 (110 lugares). 19h/23h30 (sex. e sáb. até 0h; fecha dom.) Aberto em 2003. $$$

     

    Continua após a publicidade

    2º lugar: Aizu

    Cardápio e ambiente apropriam-se de elementos refinados. Atrás do balcão, os sushimen fazem bem cortados sashimis e, para o carpaccio servido como entrada, extraem de uma peça de salmão dez lâminas que serão temperadas com flor de sal, azeite de trufa branca e raspas de limão-siciliano (R$ 57,00). A refeição continua com sushis pouco óbvios, como a dupla de ovo de codorna coberto por salmão, gema e ovas, raspas de trufa negra e cebolinha (R$ 42,00). A porção de sushi aizu é montada a partir de oito variedades de peixe, a exemplo de pargo e robalo (R$ 119,00). Fecha a conta a cheesecake de tofu com calda de frutas vermelhas (R$ 26,00). Rua Senador Xavier da Silva, 19, São Francisco, (41) 3043-0420 (55 lugares). 19h/23h30 (sex. e sáb. 19h/0h30; fecha dom.). Aberto em 2015. $$$$

     

    Continua após a publicidade

    3º lugar: Lagundri

    Lagundri Sob o comando de Thomas McDougall, chef neozelandês, a cozinha mistura sabores de países do Sudeste Asiático, como Tailândia, Índia e Indonésia. Chamados de satay kai, os espetinhos de frango marinados em leite de coco temperado são grelhados e servidos junto de curry de amendoim (R$ 25,00, quatro unidades). Outro destaque é o gaeng cak antonina, um curry vermelho com camarão e banana (R$ 95,00). Para a sobremesa, peça o gulab jamu, bolinho de leite em pó frito e mergulhado em calda de especiarias e água de rosas (R$ 20,00). Rua Saldanha Marinho, 1061, centro, (41) 32327758 (80 lugares). 11h30/14h30 e 19h30/23h30 (sáb. só jantar; fecha dom.). Aberto em 2004. $$$$

     

    Continua após a publicidade

    Azuki Sabores do Japão

    Sushis e sashimis de salmão e atum circulam na esteira do rodízio desta casa (R$ 84,00, de segunda a quinta, e R$ 87,00, de sexta a domingo). Pedido à parte, custa R$ 46,00 o cogumelo shiitaki (ou shimeji) feito no papel-alumínio e acompanhado de couve-flor e broto de feijão temperados com molho de soja e manteiga. Pode acompanhar a dose de saquê Azuma Kirin (R$ 21,00). Avenida Anita Garibaldi, 755, Ahú, (41) 3027-2767 (135 lugares). 11h30/14h30 e 18h30/23h30 (sex. jantar até 0h; sáb. almoço até 15h e jantar até 0h; fecha dom.). Aberto em 2009. Aqui tem iFood. $$$

     

    Continua após a publicidade

    Hwa-Kuo

    De terça à sexta, o bufê deste restaurante exibe dez tipos de salada, cinco acompanhamentos e doze pratos quentes, como frango xadrez, carne desfiada com cebola, porco agridoce, peixe com molho de alho e gengibre, tofu com legumes e rolinho primavera. O cliente decide se prefere servir-se à vontade (R$ 23,90) ou passar o prato na balança (R$ 49,90 quilo). Nas páginas do menu, encontram-se o bun, pão chinês cozido no vapor (R$ 9,00, duas unidades), e banana caramelada (R$ 31,90, quatro unidades). Alameda Princesa Isabel, 1600, Bigorrilho, (41) 3335-2480 (110 lugares). 11h45/14h e 18h30/22h30 (seg. só almoço; sáb. 11h30/15h e 19h/23h; dom. 11h30/15h30 e 19h/22h). Aberto em 1978. Aqui tem iFood. $

     

    Continua após a publicidade

    Imperial da China

    Neste endereço, no almoço durante a semana, o acesso livre ao bufê custa R$ 24,90. Rolinho primavera, frango xadrez e macarrão chop suey podem ser escolhidos. Nas noites de quinta a sábado (e no almoço do fim de semana), o cardápio propõe camarão empanado (R$ 73,00, oito unidades) e arroz bomba ao molho de legumes, broto de bambu, cogumelo, carne, frango e camarão — o prato tem esse nome por causa do barulho produzido quando o molho quente envolve o arroz frito (R$ 55,00, para duas pessoas). Rua Fernando Amaro, 508, Alto da Rua XV, (41) 3262-7807 (150 lugares). 11h45/14h15 e 18h30/23h (seg. a qua. só almoço; sáb. 11h/15h15 e 18h30/23h; dom. 11h/15h15). Aberto em 1978. $

     

    Continua após a publicidade

    Kan Cozinha Japonesa

    O rodízio da casa contempla pratos quentes e sushis e sashimis de salmão, atum e até três tipos de peixe branco fresco do dia (R$ 89,00 por pessoa). Corre por fora o salmão sakai, preparado no alumínio com shiitake, cubos de abacaxi, alho-poró e saquê (R$ 69,00). Finaliza um arroz doce oriental obtido do grão japonês e salpicado de raspas de limãosiciliano (R$ 19,00). Avenida Presidente Getúlio Vargas, 3121, Água Verde, (41) 30788000 (180 lugares). 19h/0h (sáb. 12h/15h e 19h/0h; dom. só almoço 12h/16h). Aberto em 2006. Aqui tem iFood. $$$

     

    Continua após a publicidade

    Kandoo

    Entre os mais de cinquenta pratos servidos neste restaurante no bufê de almoço (e no jantar de segunda e terça), a R$ 75,00 o quilo, sashimis e sushis ficam lado a lado de yaki ssoba e peixes grelhados. De quarta a sábado, à noite, 74 itens circulam em sistema de rodízio (R$ 85,00 por pessoa). O valor inclui a hot banana, uma massa fina recheada de fruta e coberta por brigadeiro e amendoim. Rua Doutor Alexandre Gutierrez, 732, Água Verde. (41) 3206-3206 (100 lugares). 11h30/14h30 e 18h30/23h (qua. a sáb. jantar 19h/23h30; fecha dom.). Aberto em 2013. $$

     

    Continua após a publicidade

    Karê Ya

    Uma das especialidades da casa é justamente o kare (curry japonês), aqui convertido em condimentado e espesso molho com legumes, arroz e um tipo de carne, que pode ser lombo empanado (R$ 38,00). Para petiscar, o kani cream é um croquete frito de carne de siri temperado com sal e pimenta-do-reino (R$ 24,00, três unidades). Na unidade de Juvevê, o bufê exibe sessenta receitas a R$ 54,90 o quilo. São sushis, sashimis, frango apimentado e yakissoba. Rua Conselheiro Dantas, 822, Rebouças, (41) 3527-5175 (40 lugares). 18h30/22h (sex. e sáb 11h45/14h30 e 18h30/22h30; dom. 11h45/14h30 e 18h30/21h30; fecha seg. e ter.). Rua Augusto Stresser, 724, Juvevê. (41) 3152-6666 (90 lugares), 11h45/14h30 e 18h30/22h30 (fecha dom.) Aberto em 2009. Aqui tem iFood. $

     

    Continua após a publicidade

    Keiji Sushi Bar

    Não adianta procurar rodízio na casa comandada por Fabíola Becker. Não tem. Mas tem carpaccio de robalo (ou linguado) com azeite, pinhole e flor de sal (R$ 44,00), seguido de salmão empanado e recheado de cream cheese, coberto por uma fatia do peixe e salpicado com raspas de limão (R$ 50,00) e banana ao suco de laranja com melado, flambada no conhaque e guarnecida de sorvete de creme (R$ 40,00, para dois). Rua Doutor Roberto Barrozo, 1501, Mercês, (41)  3044-1415 (45 lugares). 18h30/23h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2010. $$$

     

    Continua após a publicidade

    Kenji Kaiten Gastronomia Japonesa

    O cliente escolhe ficar no balcão, em frente à esteira ou em uma das mesas do salão. Impera o sistema de rodízio no jantar de quarta a sábado, quando se pagam R$ 82,90 pela refeição que tem seis tipos de sashimi e nove sushis de salmão, atum e polvo. À la carte, surgem pratos e combinados, como o de cinquenta peças de salmão (R$ 145,00, para dois). As caipirinhas de frutas e saquê são queridinhas do público (R$ 15,00). No almoço há bufê por quilo (R$ 72,90). Rua Eurípedes Garcez do Nascimento, Ahú, (41) 31530081 (150 lugares). 11h30/14h15 e 18h30/23h30 (seg. e ter. só almoço; fecha dom.). Aberto em 2013 $$

     

    Continua após a publicidade

    Lamen House

    O chef japonês Tetsuya Sodeyama serve o macarrão artesanal mergulhado em aromático caldo de carne e acompanhado de lombo, alga marinha, broto de feijão, ovo cozido e cebolinha (R$ 26,00). Enquanto se espera o fumegante lámen ficar pronto, dá para enganar a fome com guioza de carne de porco (R$ 13,00, cinco unidades) e cerveja Kirin Ichiban (R$ 8,00 a garrafa de 355 mililitros). Rua Petit Carneiro, 272, Água Verde, (41) 3342-8767 (40 lugares). 11h30/14h e 18h40/22h15 (seg. só jantar; fecha dom.). Aberto em 2007. $

     

    Continua após a publicidade

    Nou Nikkei Cuisine

    Lucas de Freitas e Luiz Araújo propõem receitas de levada nipo-peruana. Vai bem como entrada o ceviche de linguado ao leite de tigre mais cebola-roxa, batata-doce, milho, coentro e pimenta (R$ 46,00). Depois, os tentáculos de polvo, confitados, chegam à mesa grelhados e guarnecidos de batata rústica (R$ 66,00). Por outros R$ 28,00, o barman prepara nou spirit, um coquetel de bourbon, suco de limão, geleia de hibisco, manjericão e chá preto. Rua Fernando Simas, 333, Mercês, (41) 3538-6956 (60 lugares). 19h/23h30 (sex. e sáb. até 0h30; fecha dom. e seg.). Aberto em 2016. $$$

     

    Continua após a publicidade

    Sushi Arte

    O chef Ernesto Alves, o Tikinho, sugere tartare de salmão com manga, gema de ovo de codorna e ovas, tudo em molho de soja mais gengibre e limão (R$ 47,00). No sushi gunkan ebi furai, o mesmo pescado envolve o arroz e é coberto por camarão, cream cheese, ovas e raspas de limão (R$ 23,00, duas unidades). O chá-verde é uma cortesia. Avenida dos Estados, 95, Água Verde, (41) 3022-7704 (48 lugares). 11h30/14h e 19h/23h (sáb. almoço até 14h30; fecha dom.). Aberto em 2010. $$$

     

    Continua após a publicidade

    Tun Fang

    Esquivando-se dos industrializados, a casa de tradição chinesa dá preferência aos temperos caseiros. Para comer à vontade arroz primavera com ovos mexidos, frango xadrez, yakissoba e camarão frito, pagamse R$ 23,50, de terça a sexta, e R$ 28,00, aos sábados e domingos. O valor inclui sobremesa, que pode ser banana caramelada ou salada de frutas. Alameda Prudente de Moraes, 175, Mercês, (41) 3023-5359 (130 lugares). 11h30/14h30 (sáb. e dom. até 15h; fecha seg.). Aberto em 1982. $

     

    Continua após a publicidade

    Tuk Tuk

    De levada indiana e tailandesa, o cardápio se resume a cinco sugestões por dia e todas têm o mesmo preço: R$ 27,00, de terça a sexta, e R$ 30,00, aos sábados. Quando há chicken tikka masala, por exemplo, o frango marinado no iogurte é assado no tandoor e servido em molho cremoso de tomate e especiarias. Fazem acompanhamento arroz basmati, pão (naan) e quiabo condimentado. Por R$ 6,00, comem-se o samosa, pastel indiano de farinha de trigo e recheio de batatas bem temperadas, e rolinhos de legumes em folha de arroz hidratada. Rua Camões, 1888, Hugo Lange, (41) 3354-5125 (60 lugares). 11h30/14h30 (sáb. 12h/15h30; fecha dom. e seg.). Aberto em 2013. $

     

    Continua após a publicidade

    Yü Cozinha Oriental

    O sistema de bufê e o cardápio avulso relacionam pedidas coreanas, japonesas e chinesas. A R$ 83,90 o quilo, todos os dias, mais de 100 itens são exibidos na bancada. Entre sushis, sashimis, pratos quentes e saladas, surgem refogados shiitake e shimeji, com couve chinesa e nirá. À la carte, a especialidade coreana bibimbap mescla arroz branco, vegetais refogados, filé-mignon ao molho da casa e ovo frito. Tudo misturado a óleo de gergelim e pasta de pimenta-vermelha (R$ 45,00). A sopa de missô, o chá-verde e a sobremesa são cortesia da casa. Praça General Osório, 485, centro, (41) 3232-3500 (190 lugares). 11h30/15h (sáb., dom. e feriados 12h/15h30). Aberto em 2001. $

    Continua após a publicidade
    Publicidade