Clique e assine com até 92% de desconto

‘O rock morreu’, decreta vocalista do Kiss

Para Gene Simmons, a indústria musical não dá mais a mesma a tenção ao gênero, como fazia nas décadas de 1960 e 1970

Por Da Redação 5 set 2014, 18h16

Um dos grandes ícones do rock, o baixista e vocalista do Kiss, Gene Simmons, declarou que o gênero está, enfim, “morto”. Em entrevista à revista americana Esquire, conduzida pelo seu próprio filho, Nick Simmons, o músico criticou a indústria musical por não apoiar devidamente os artistas do estilo, do modo como fazia nas décadas de 1960 e 1970.

“Existia uma indústria inteira pronta para ajudar os próximos Beatles, Stones, Prince, Hendrix. Hoje, as gravadoras se dedicam ao pop, rap e country. Mas aos músicos e compositores de rock, soul, blues, o mercado está morto. O rock, enfim, está morto.”

Leia também:

Vocalista do Kiss vai produzir reality sobre ‘modelos feios’

Faith No More prepara 1º álbum de inéditas em 18 anos

Com sua visão apocalíptica, o baixista e vocalista do Kiss ainda deu um conselho — um tanto irônico — aos aspirantes a músico: desistir das aulas de guitarra e de composição e apenas cantar embaixo do chuveiro enquanto fazem testes para uma audição do The X Factor. “Não estou falando mal do The X Factor, mas onde está o próximo Bob Dylan? Os próximos Beatles?”, questionou o roqueiro. “Estou tão triste que o próximo garoto de 15 anos que queira ligar seu amplificador e colocar no último volume, em uma garagem, não vai ter as mesmas oportunidades que eu tive. Ele vai, provavelmente, não importa o que faça, falhar. Não há mais indústria para o rock.”

Simmons também atribuiu parte do desaparecimento do rock ao compartilhamento e download ilegal de músicas. “As pessoas não reconhecem o compartilhamento de arquivos e o download como roubo, porque ficou uma cópia no lugar. Mas não é essa cópia o problema. É a outra que alguém recebeu e não pagou. O problema é que ninguém vai lhe pagar pelas mais de 10 000 horas que você gastou para criar.”

Continua após a publicidade
Publicidade