Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Novela na Bahia, arma da Globo para ganhar o jogo contra a Record

‘Segundo Sol’, trama de João Emanuel Carneiro (‘Avenida Brasil’) sobre cantor de axé decadente, vai substituir ‘O Outro Lado do Paraíso’, na faixa das 9

Por Maria Carolina Maia Atualizado em 1 mar 2018, 20h59 - Publicado em 27 fev 2018, 15h37

Pode ser mera coincidência, como dizem as cartelas ao final de cada capítulo, mas a ambientação da próxima novela das 9 da Globo em Salvador será uma arma da emissora carioca para, digamos, melhorar o relacionamento e reverter sua queda na terra de Gilberto Gil. Segundo Sol, trama de João Emanuel Carneiro (Avenida Brasil) vai substituir O Outro Lado do Paraíso, de Walcyr Carrasco.

Em Salvador, segundo números do Ibope, a rival Record é líder em parte da audiência diurna – com programas como os telejornais locais. Em outros horários do dia, chega junto e ameaça a Globo de perto. Há quase um ano (11 meses, mais precisamente), lidera na faixa das 7h às 16h e há nove meses no horário das 7h às 17h. Em janeiro, para se ter uma ideia, a Record TV Itapoan, a representante da emissora na capital baiana, teve média de 10,6 pontos das 7h às 17h, contra 10,2 pontos de média da Globo, acostumada a dominar com folga país afora.

O SBT registrou 7,5 pontos. Das 18h à 0h, a Globo lidera (26 a 6 em janeiro, uma diferença enorme). Mas a novela de João Emanuel não entraria apenas para ser a maior audiência da sua faixa, no horário nobre, e sim para construir outra relação com o público local.

A aparição de um cadáver no telejornal local da Globo, na manhã de segunda-feira (26), foi vista como uma tentativa desesperada de a emissora crescer no Ibope. Segundo Sol, porém, pode conseguir o mesmo efeito de modo menos apelativo.

Globo responde

Procurada, a Globo contesta que a ambientação de Segundo Sol em Salvador possa ser arma para elevar a audiência na cidade. Com números e cortes (faixas de horário) diferentes, os dados do canal de fato mostram que, de modo geral, ele segue líder na capital baiana, mas não afastam as derrotas sofridas durante os telejornais locais, por exemplo, nem a ameaça da Record, que, quando está atrás da Globo no Ibope durante o dia, a segue de perto. A emissora carioca também afirma que retirar tramas do eixo Rio-São Paulo não é novidade nem atende a estratégias de audiência — embora a novela das 9 Em Família (2014) tenha sido apontada à época, por críticos, como uma tentativa de a emissora recuperar terreno em Goiânia, onde a trama de despedida do dramaturgo Manoel Carlos teve início. Leia a resposta da Globo:

“A Globo é líder de audiência na praça de Salvador em todas as faixas. No caso do horário da novela das nove, considerando os 108 capítulos de O Outro Lado do Paraíso (de 23 de out a 24 de fev), em Salvador, a novela registrou 33 pontos de média contra 8 da Record e 9 do SBT. E, sobre ambientar a trama fora do eixo Rio-SP, isso não é necessariamente uma novidade. Se você observar, a novela das nove que está no ar é ambientada em Palmas. A novela anterior, A Força do Querer, começou em Belém, e toda a atmosfera e a cultura da região permaneceram vivas na trama ao longo de toda a história, em um núcleo especialmente. A história de João Emanuel Carneiro tem toda uma trama costurada com a cultura e os costumes da Bahia. Vai ser uma linda novela.”

“2018 – Dados do Ibope até 26 de fev:
Faixa dia completo (06h – 05h59) – Globo 12, Record 7, SBT 7
Faixa do dia (07 – 24h) – Globo 15, Record 10, SBT 9
Faixa matutina (06 – 12h) – Globo 8, Record 7, SBT 6
Faixa vespertina (12h – 18h) – Globo 13, Record 12, SBT 8
Faixa noturna (18h – 24h) – Globo 23, Record 9, SBT 10
Madrugada (00h – 05h59) – Globo 5, Record 1, SBT 3″

Dados de 2017

Globo

Record

SBT

Aud

Part

Aud

Part

Aud

Part

Jan a Dez 2017
06:00 – 05:59

13

37

7

20

6

16

07:00 – 24:00

17

36

10

21

7

16

06:00 – 12:00

9

Continua após a publicidade

30

7

24

5

18

12:00 – 18:00

15

33

11

25

7

15

18:00 – 24:00

25

44

9

16

9

15

00:00 – 05:59

5

40

1

10

2

17

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês