Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Nova-iorquinos homenageiam John Lennon em seu 31ª aniversário de morte

Por Da Redação 9 dez 2011, 01h16

Nova York, 8 dez (EFE).- Dezenas de nova-iorquinos e turistas foram nesta quinta-feira ao Central Park, no coração de Nova York, para prestar homenagem a John Lennon no dia em que se completam 31 anos desde que um fã perturbado tirou a vida do ex-beatle.

Lennon foi assassinado em frente ao edifício Dakota, onde morava com Yoko Ono e a apenas alguns passos do Central Park.

‘Strawberry Fields’, essa área do pulmão de Nova York onde há um mosaico com a palavra ‘Imagine’, título da lendária canção composta por Lennon, voltou a ficar cheia de flores e de fãs que entoaram músicas para lembrar o artista de Liverpool.

Yoko Ono, por sua vez, usou o Twitter para convidar os admiradores do ex-beatle a deixarem mensagens e homenagens no site ImaginePeace.com, por onde já passaram cerca de 1 mil pessoas.

Coincidindo com o 31º aniversário do assassinato de Lennon, a revista ‘Time’ publicou nesta quinta-feira em seu site oito fotografias até agora inéditas de um de seus famosos protestos pacíficos ‘bed-ins’ (‘na cama’), protagonizado pelo artista em um hotel de Montreal (Canadá) em 1969.

Lennon morreu em 8 de dezembro de 1980 após levar cinco tiros de um perturbado fã em frente à sua residência, no bairro de Upper West Side.

O assassino confesso, Mark David Chapman, cumpre desde 1981 uma condenação na prisão de segurança máxima de Attica, em Nova York, após várias tentativas frustradas de obter liberdade condicional. EFE

elr/pa

Continua após a publicidade

Publicidade