Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

‘Ninfomaníaca’, de Lars Von Trier, é banido na Turquia

Controverso filme do diretor dinamarquês foi considerado mais pornográfico do que artístico por membros da Junta de Cinema do país

Por Da Redação 5 mar 2014, 12h16

O controverso Ninfomaníaca, dirigido pelo dinamarquês Lars Von Trier, teve exibição banida na Turquia por ser considerado mais pornográfico do que artístico, de acordo com informações do site da revista The Hollywood Reporter. “O filme está na categoria pornô por causa das cenas de sexo explícito. Além de retratar violência extrema contra a mulher”, afirmou à AFP o superintendente de cinema turco Cem Erkul.

A decisão foi tomada pela Junta de Cinema do país, que contou com seis votos a favor e dois contra a proibição. Entre os adeptos à exibição do longa estava o produtor Yamac Okur, que considerou a decisão equivalente a censura. Em seu perfil no Twitter ele afirmou que “banir qualquer filme de ser exibido comercialmente é inaceitável”. Também através da rede social, o diretor turco Nuri Bilge Ceylan “condenou” a proibição, uma vez que já que existe uma lei de classificação etária no país.

Leia também:

Versão sem cortes de ‘Ninfomaníaca’ estreia no Festival de Berlim

Cinema exibe trailer com sexo explícito antes de animação ‘Frozen’

A primeira parte do longa estava prevista para estrear em 14 de março e a segunda, no dia 21 do mesmo mês. A proibição, no entanto, se refere apenas à exibição comercial. Ninfomaníaca ainda será exibida no Festival de Cinema de Istambul, que acontece em abril.

De acordo com a publicação, a medida reforça o debate sobre a influência do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, que é acusado de aderir a uma agenda secreta islâmica para impor restrições aos produtos culturais na Turquia. No início deste ano, a segunda parte do longa de Lars Von Trier também teve exibição banida na Romênia. No entanto, a distribuidora local contestou a decisão e conseguiu fazer com que o filme entrasse em cartaz normalmente.

Continua após a publicidade
Publicidade