Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Niemeyer unia arquitetura e poesia, diz Joaquim Barbosa

Presidente do Supremo lamentou a morte do arquiteto em nota oficial

Por Da Redação 6 dez 2012, 01h03

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, lamentou a morte do arquiteto Oscar Niemeyer em nota oficial divulgada na madrugada desta quinta-feira. No texto, Barbosa chama Niemeyer de “um dos maiores gênios e artistas que o Brasil já teve” e destaca suas obras, que uniam “arquitetura e poesia”.

Leia mais:

Velório de Oscar Niemeyer será realizado no Palácio do Planalto

Morte de Niemeyer vira notícia nos principais jornais do mundo

‘Poucos sonharam tão intensamente’, afirma Dilma em nota oficial

A nota do presidente do STF lembra ainda os “hábitos simples” do arquiteto e sua preocupação com a “dignidade da gente brasileira”.

Niemeyer morreu às 21h55 desta quarta-feira, aos 104 anos. Segundo os médicos, ele foi vítima de insuficiência respiratória e estava rodeado pela mulher, Vera, e por outros familiares no momento da morte. Internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, no Rio, desde 2 de novembro, quando foi diagnosticado com desidratação, o arquiteto completaria 105 anos no próximo dia 15.

Continua após a publicidade

Leia a íntegra da nota do presidente do STF, Joaquim Barbosa:

“É com pesar e profunda consternação que tomei conhecimento da morte de Oscar Niemeyer, um dos maiores gênios e artistas que o Brasil já teve. Suas criações originais, unindo arquitetura e poesia, expressaram os limites elevados da genialidade brasileira e ajudaram a projetar o nome do Brasil no exterior.

A criação constante e revolucionária de novas formas de expressão arquitetônica fez de Niemeyer um dos grandes expoentes da arquitetura moderna mundial. Homem de hábitos simples, notabilizou-se pela defesa dos ideários de liberdade e a busca incansável pela dignidade da gente brasileira.

Neste momento de luto, em nome do Supremo Tribunal Federal, manifesto solidariedade aos familiares e amigos de Oscar Niemeyer.

Joaquim Barbosa

Presidente”

Galeria: Confira as principais obras de Oscar Niemeyer

Continua após a publicidade
Publicidade