Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Netflix ultrapassa 100 milhões de assinantes e sobe na bolsa

Resultado, impulsionado por séries originais da plataforma, foi melhor que o esperado e deu alívio à empresa, que começava a vacilar

Por Da redação Atualizado em 18 jul 2017, 11h57 - Publicado em 18 jul 2017, 11h50

Vinte anos depois que Reed Hastings cofundou a Netflix e uma década depois que a companhia introduziu a transmissão de vídeos por streaming, ela atingiu um novo marco — um que é chave para sustentar seu ritmo de crescimento. A Netflix registrou 5,2 milhões de novos assinantes no trimestre de abril a junho, ultrapassando a barreira dos 100 milhões, resultado que fez as ações da empresa subirem nesta segunda-feira, em Wall Street.

O resultado melhor que o esperado deu alívio à empresa, que começava a vacilar e a ser apontada por analistas como passível de queda. As ações da companhia subiram 10,5%, chegando a 178,72 dólares, na negociação antes da abertura do mercado desta terça-feira, a caminho de acrescentar mais 7 bilhões de dólares ao valor de mercado de 70 bilhões de dólares da Netflix.

Em uma carta aos acionistas, a companhia atribuiu ao seu “conteúdo genial” o crescimento maior do que o esperado no número de assinantes. “Também cruzamos a meta simbólica de 100 milhões de membros, em um trimestre que agregou mais clientes fora do que dentro dos Estados Unidos. Foi um bom período”, afirmaram os responsáveis pela empresa em comunicado.

A Netflix, que previa ganhar 3,2 milhões de assinantes contra os 5,2 milhões obtidos, disse que 1,1 milhão são americanos, o número mais alto desde o segundo trimestre de 2011. A estimativa de analistas era ainda mais baixa: a de que a empresa ganharia apenas 2,59 milhões de clientes no período. Ao todo, mais da metade dos assinantes do serviço de streaming estão fora dos EUA hoje — 52,03 milhões pelo mundo contra 51,92 milhões em território americano. Não é divulgado o número de assinantes da empresa no Brasil, mas sabe-se que o país é um dos principais mercados para a plataforma de streaming.

Desde o último anúncio de desempenho, a companhia lançou as últimas temporadas de House of Cards e Orange is the New Black. No último Prêmio Emmy, as produções originais do Netflix obtiveram 91 indicações. Outras estrelas do catálogo da Netflix são as séries originais Stranger Things The Crown.

(Com agências EFE e Reuters)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês