Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

‘Não sei se usaram photoshop. Se sim, vou agradecer’, diz Maroca, sobre ensaio nu

Por Milene Chaves 3 Maio 2010, 18h05

Foi marcada para as 17h desta segunda-feira a coletiva de imprensa de Anamara, a Maroca do BBB, que lança sua Playboy na terça. Antes de partir para a batelada de perguntas, ela falou exclusivamente com VEJA.com, enquanto trocava de roupa e dava os últimos retoques na maquiagem.

Para o encontro com jornalistas ela escolheu, segundo ela mesma, um ‘pretinho básico’. Mas nada é básico nessa baiana, fã confessa de Ivete Sangalo, com quem é bastante parecida. O modelo tem um bordado de tachas na lateral, a meia calça é de renda, as botas têm cano alto e fivela. As unhas são vermelhas e os cílios postiços… Tão exagerados quanto essa enérgica ex-policial e a mais nova celebridade categoria ex-BBB. “Escolhi preto porque, assim como na revista, eu quero tudo preto no branco”, explicou. Leia a conversa a seguir.

Como foi fotografar nua?

Muuuito bom. Digo logo com essa ênfase. Já cheguei chegando. Disse: “Se é pra fazer ensaio nu, vamos ficar logo pelada”. Não tive vergonha, não. Se você está bem com você, está bem com o universo. Não sou dessas que precisam de espumante para soltar a periquita [risos]. Sabe qual a primeira foto que fiz? A da capa. Fui logo mostrando. A equipe da revista disse que as minhas fotos saíam rápido. Fizemos tudo em três dias, mas eles falaram que, no segundo, já tinha material para publicar.

Qual é a sua opinião sobre o Photoshop [programa usado para retocar imagens, apagando imperfeições]?

Acho que a gente tem que acender uma vela para Nossa Senhora do Photoshop, porque é sempre necessário. Mas não se pode exagerar, não dá para retocar as “partes baixas”. Deve ser usado para realçar a iluminação das fotos e não para transformar a pessoa. Se usaram em mim? Não sei mas, se sim, vou agradecer.

Quem você quer que veja essa edição?

Além de todo o Brasil, o [Pedro] Bial. Ele me elegeu a rainha do proletariado e a mulher mais gata do BBB mesmo antes de eu entrar na casa.

Vai mandar um exemplar autografado para ele?

Olha, espero mesmo é que ele compre, porque eu quero vender!

Quem você quer que não veja?

Ninguém! Quero que meu pai pegue a revista e fale: “Como eu fiz uma filha gostosa”.

Continua após a publicidade

Como você se preparou?

Fisicamente, fui à academia por dois dias e parei. Então fechei a boca. Deixei de comer doce, que é minha perdição. Amo a ambrosia que a minha mãe faz e leite condensado cozido na panela de pressão. Psicologicamente, me preocupei em não deixar nada vulgar. Recusei algumas poses. Ninguém vai mostrar meu clítoris (sic) não!

Posar para a Playboy mexe mais com a vaidade ou com a conta bancária?

Com os dois. Se você é convidada, é porque tem algo de interessante para mostrar. Achei espetacular; eles fotografam mulheres belíssimas há 35 anos! Quanto à conta… Pagando bem, que mal tem? Com o dinheiro, vou comprar uma casa para a minha mãe.

E o tema do ensaio, que é a polícia?

Hesitei. Não queria, novamente, fazer uma ligação com minha antiga profissão. Mas como o militarismo está em alta na moda, resolvi aceitar.

Confira abaixo algumas imagens do ensaio de Maroca na Playboy de maio.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês