Clique e assine a partir de 9,90/mês

Na SPFW, Doria justifica corte no evento: responsabilidade fiscal

Doria garantiu que, apesar do corte em 2017, a prefeitura continuará apoiando o evento em 2018

Por Da redação - Atualizado em 14 mar 2017, 11h59 - Publicado em 14 mar 2017, 10h26

O prefeito de São Paulo, João Doria, marcou presença na SPFW nesta segunda-feira, na Bienal do Parque Ibirapuera. O político foi ao evento para assistir ao desfile de João Pimenta e divulgar o programa Cidade Linda ao lado de Paulo Borges, idealizador da semana de desfiles. A organização da São Paulo Fashion Week convidou Amir Slama, Cavalera, Ellus, Juliana Jabour e Ratier para criar cinco diferentes artes que simbolizassem, em estampas, o amor e o cuidado com a cidade. Todos os modelos de camisetas e detalhes da iniciativa foram mostrados na coletiva de imprensa, no final da tarde.

O prefeito chegou ao lado da mulher, Bia Doria, e da filha, Carolina Doria, de look Ricardo Almeida. Também estava acompanhado de uma menina de 10 anos que o procurou para dizer que o seu sonho era conhecer a semana de moda paulistana. “Estou muito feliz de estar aqui”, agradeceu a menina.

Questionado sobre o corte de investimentos na SPFW, justificou citando prioridades. “Nós estamos fazendo um ajuste em todas as áreas, com exceção de saúde e educação para suportar com responsabilidade fiscal este ano difícil”, disse. “E não é só a Prefeitura de São Paulo que está agindo assim, todas as prefeituras que têm responsabilidade estão cortando.”

Doria garantiu que, apesar do corte em 2017, a prefeitura continuará apoiando o evento em 2018. “Já fiz um apelo para os empresários aqui, toda vez eu puder eu vou ajudar. A Fashion Week está precisando de mais apoio do setor privado, além do que já tem”, completou lembrando da importância da moda para o turismo.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade