Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Na internet, ‘A Entrevista’ supera bilheteria do cinema

Comédia arrecadou 15 milhões de dólares em compra e aluguel online e 3 milhões nas salas escuras

Por Da Redação 29 dez 2014, 10h18

A controversa comédia A Entrevista, sobre um complô para assassinar o ditador da Coreia do Norte que pode ter motivado um ataque cibernético contra a Sony, arrecadou em menos de uma semana na internet 15 milhões de dólares. O filme foi alugado ou comprado em plataformas digitais como Google Play e YouTube Movies mais de 2 milhões de vezes desde que foi ao ar na quinta-feira, dia 25. As informações são do site americano Variety.

Previsto para entrar em cartaz em 3 000 salas nos Estados Unidos no feriado do Natal, o longa acabou rejeitado pelas grandes redes exibidoras do país por causa de ameaças terroristas. A Sony chegou a cancelar a estreia do filme, mas voltou atrás e lançou a produção em cerca de 300 salas de cinema independentes. Em bilheteria, a comédia fez até agora apenas 3 milhões de dólares.

Leia também:

Em estreia de ‘A Entrevista’, público defende liberdade de expressão

Coreia do Norte ameaça atacar EUA e acusa Washington de estar por trás de filme

Antes das ameaças, a expectativa da Sony era somar 20 milhões de dólares em bilheteria no primeiro fim de semana em cartaz. Por fim, o valor ficou próximo ao ganho online, considerado mais lucrativo para a empresa por ser menos oneroso que a distribuição em cinemas.

Os números de downloads devem aumentar, já que o iTunes, loja virtual da Apple, disponibilizou o filme para venda e aluguel a partir deste domingo. O Netflix está negociando a exibição em streaming do filme, porém nenhum acordo foi fechado ainda. Segundo o site, A Entrevista já é o filme virtual mais bem-sucedido da história da Sony.

Continua após a publicidade
Publicidade