Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Museus do Vaticano reabrem nesta segunda, 1, após 88 dias fechados

Bares e restaurantes também receberam autorização para receberem o público, mas só até às 18h, quando tem início o toque de recolher 

Por Jana Sampaio 31 jan 2021, 16h30

Um dos principais destinos culturais e religiosos do mundo, o Vaticano decidiu reabrir as portas de seus museus nesta segunda, 1. As instituições estavam há 88 dias com as portas fechadas por causa da pandemia do novo coronavírus, período mais longo desde a Segunda Guerra Mundial. Agora, em vez que aguardar nas longas filas, será preciso comprar os bilhetes de entrada e agendar o horário de visita pela internet, tudo para evitar as temidas aglomerações.

Enquanto os museus estiveram fechados, as obras de arte que integram seus catálogos foram enviadas para manutenção e restauro, e os afrescos da Capela Sistina foram limpos.

Além dos equipamentos culturais, bares e restaurantes também poderão reabrir na próxima semana. Os estabelecimentos que não integram a lista de serviço essencial, no entanto, deverão encerrar as atividades a partir das 18h, em decorrência do toque de recolher, que continuará em vigor na Itália.

Publicidade