Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mulher-Maravilha fica atrás de filme chinês em estreia no país asiático

Longa arrecadou apenas metade da bilheteria do líder The Rescue, o terceiro filme de uma série de blockbusters do cinenasta chinês Dante Lam

Por Amanda Capuano 18 dez 2020, 15h07

O aguardado Mulher-Maravilha 1984 estreou, nesta sexta-feira, 18, em alguns cinemas no mundo. Entre eles o Brasil e a China, principal mercado da indústria fora dos Estados Unidos, onde o longa só será lançado em 25 de dezembro, nas salas de cinema e no streaming, ao mesmo tempo. A expectativa, então, é que a produção alcance uma boa bilheteria fora de seu país natal. Mas, na China, o começo não foi lá essas coisas. Segundo estimativas divulgadas pela Artisan Gateway, o filme da heroína amazona arrecadou 4,6 milhões de dólares em ingresso no primeiro dia de exibição, metade dos 8,9 milhões de dólares debutados pelo concorrente local, o drama militar patriota The Rescue.

O primeiro longa que introduz a história de Diana Prince (Gal Gadot), em 2017, estreou na China com 38 milhões de dólares em arrecadação, totalizando 90,5 milhões de dólares ao final de sua exibição. A estreia de 1984 era aguardada com ansiedade pelos produtores, já que o país foi um dos únicos a conseguir reestabelecer minimamente a indústria cinematográfica em meio à pandemia, e deve ser a maior bilheteria da sequência. Com os resultados iniciais, porém, o longa terá que torcer por um milagre para conseguir metade da receita de seu antecessor.

The Rescue, porém, não é qualquer concorrente. O filme é o terceiro de uma sequência de blockbuster do cineasta Dante Lam – o último deles, Operation Red Sea, arrecadou o nada modesto montante de 575 milhões de dólares no país em 2018.  A trama, como a de seus antecessores, celebra o patriotismo e militarismo chinês, tendo como protagonista uma equipe da guarda-costeira que precisa lidar com diferenças internas enquanto enfrenta missões militares.

 

Continua após a publicidade
Publicidade