Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Morre aos 72 anos o sanfoneiro Dominguinhos

Ele estava internado na UTI do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, devido a complicações de um câncer no pulmão contra o qual lutou por seis anos

Por Da Redação
23 jul 2013, 19h54

O cantor e compositor Dominguinhos morreu aos 72 anos nesta terça-feira no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele estava internado desde 13 de janeiro, já trazido de um hospital do Recife onde deu entrada em dezembro. Segundo nota divulgada pela instituição, ele faleceu em decorrência de complicações infecciosas e cardíacas.

Dominguinhos havia deixado a unidade de terapia intensiva (UTI) no último dia 14, quando apresentou melhora do quadro de arritmia cardíaca, oscilação de pressão arterial e infecção respiratória, mas voltou à UTI no último domingo. O sanfoneiro lutava contra um câncer de pulmão havia seis anos e sofria de diabetes.

Em 17 de dezembro, Dominguinhos foi internado em estado grave na unidade coronariana do hospital Santa Joana, em Recife, de onde seria mais tarde transferido para São Paulo. Mas a sua saúde vinha frágil havia anos. No começo de 2011, o sanfoneiro teve um princípio de enfarte, em São Paulo, e foi atendido pelo hospital Albert Einstein.

Em março, o jornal Diário de Pernambuco noticiou que o sanfoneiro estaria em coma irreversível. Dias depois, o Sírio-Libanês informou em boletim que Dominguinhos estava “minimamente consciente“. Por trás da guerra de versões, há uma briga judicial entre os herdeiros, os filhos Mauro e Liv Moraes, que disputam o controle dos bens do músico.

Carreira — Discípulo de Luiz Gonzaga, José Domingos de Morais nasceu em 1941, na cidade de Garanhuns, agreste pernambucano. Lá, ele foi descoberto ainda menino pelo chamado “rei do baião”, a quem passou a acompanhar em shows pelo país e com quem teve uma relação quase de pai e filho.

Continua após a publicidade

Seu primeiro disco, Fim de Festa, saiu em 1964. Em 2002, o músico levou um Grammy Latino com o CD Chegando de Mansinho. Dominguinhos lançou 41 discos.

https://youtube.com/watch?v=Lyck7UScAlQ

‘De Volta pro Aconchego’

A música mais emblemática da carreira de Dominguinhos é sinônimo do forró de raiz. 

https://youtube.com/watch?v=l85MzgW5QyM

Continua após a publicidade

‘Gostoso Demais’

A canção Gostoso Demais foi regravada por grandes nomes da MPB, como Elba Ramalho.

‘Lamento Sertanejo’

A melodia triste da canção é uma das mais bonitas compostas pelo sanfoneiro. A letra é do parceiro Gilberto Gil, intérprete de algumas de suas composições. 

Continua após a publicidade

https://youtube.com/watch?v=-WQ9VpmAMLc

‘Abri a Porta’

Mais uma parceria de Dominguinhos com Gilberto Gil.

‘Eu só Quero um Xodó’

Continua após a publicidade

A música foi sucesso também na voz de Gilberto Gil.

https://youtube.com/watch?v=XpdNXVKn-0s

‘Tenho Sede’

Outra música que foi abraçada por Gil.

https://youtube.com/watch?v=ebEwuMc-ifs

Continua após a publicidade

‘Retrato Redondinho’

A sanfona de Dominguinhos é a marca do forró que ajudou a perpetuar na música brasileira.

https://youtube.com/watch?v=gQOyp2o649U

‘Isso Aqui Tá Bom Demais’

Parceria com Nando Cordel, que assina a letra.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.