Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Michael Douglas diz que câncer o fez dar mais valor à família

Por Da Redação 31 Maio 2011, 14h24

O ator americano Michael Douglas confessou que o câncer na garganta que superou há poucos meses o fez abandonar o isolamento, valorizar mais a família e curtir a intimidade com sua mulher e filhos. Depois da doença, para ele, a maior riqueza é ver as crianças brincando pela casa e estar com Catherine Zeta-Jones. “Antes, era importante ter um tempo só para mim. Preferia não ter ninguém ao meu redor. Acho que a luta contra o câncer derrubou a última barreira que eu havia construído ao meu redor”, disse Douglas em entrevista à revista feminina alemã Frau im Spiegel. À mulher, o ator não economizou elogios. “Catherine é muito forte. Sofreu e nunca se queixou. Me deu apoio permanentemente com amor”, comentou o protagonista de filmes como Wall Street – O Dinheiro Nunca Dorme e Instinto Selvagem.

Apesar de tudo o que passou, Douglas relatou com bom humor a visita que recebeu de seus filhos pequenos, Carys e Dylan, durante a quimioterapia no hospital. “Eles ficaram impressionados com a quantidade de máquinas”, contou o ator. “Acharam o cenário parecido com o do filme Guerra nas Estrelas.”

Michael Douglas perdeu 15 quilos na luta contra o câncer, em um tratamento que definiu como “excruciante”. Disse ainda que agora já se sente como antes da doença. “Só tenho de ganhar peso, mas tudo caminha bem. O importante é que o câncer não voltou.” O ator disse que durante o tratamento contou com a força de vontade herdada de seu pai, Kirk Douglas. Eles têm uma relação “maravilhosa”, disse Michael Douglas, que vem melhorando nas últimas duas décadas, após anos de desavenças.

Curado, o ator faz planos de voltar às telas. “Vou esperar até o outono (primavera no Brasil), quando terei recuperado totalmente meu peso e minha energia.”

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade