Clique e assine a partir de 8,90/mês

Metallica recusou convite para trilha sonora de ‘Kill Bill’

Lars Ulrich, baterista da banda, diz que chegou a jantar com Tarantino, que lhe fez a proposta

Por Da Redação - 18 out 2011, 10h43

O baterista da banda Metallica, Lars Ulrich, revelou em entrevista à revista americana Newsweek que recusou um convite do cineasta Quentin Tarantino para participar da trilha sonora do filme Kill Bill, lançado em 2003. Tarantino queria o Metallica embalando com suas músicas as sequências de luta do filme. Para isso, pensou que Enter Sandman e Sad But True cairiam como uma luva.

“Eu não consegui fazer com que minha cabeça dinamarquesa entendesse aquilo”, confessou Lars, ao falar de quando leu o roteiro, segundo ele, denso demais. Mas a decisão não se passou sem arrependimento: “foi o maior erro que eu já cometi”, admite o baterista.

Lars e Tarantino chegaram a jantar em Los Angeles, ocasião em que o cineasta adiantou algumas cenas do filme, tentando inspirar o baterista, que também faz as vezes de diretor do grupo.

“A linguagem do roteiro estava fora da minha compreensão. Nunca tinha me deparado com um enredo como aquele”, encerrou Lars.

Continua após a publicidade
Publicidade