Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Mesmo com pressão do elenco, Disney rejeita recontratar James Gunn

Diretor de 'Guardiões da Galáxia' foi demitido após tuítes antigos com piadas de tom preconceituoso virem à tona

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 3 ago 2018, 09h31 - Publicado em 2 ago 2018, 14h45

Apesar da carta aberta do elenco da franquia Guardiões da Galáxia, pedindo o retorno do diretor James Gunn à produção dos filmes da saga, a Walt Disney Company não tem planos de recontratá-lo.

Gunn foi demitido após tuítes com piadas envolvendo estupro e pedofilia, publicados em 2008 em sua conta pessoal no Twitter, virem à tona. Segundo a revista americana Variety, o estúdio encara as declarações do diretor como algo sério e inaceitável para a imagem da empresa.

“Eu não vejo a Disney recontratando-o”, disse uma fonte à revista. “Aqueles tuítes foram muito horríveis e a Disney exige um nível de discrição dos seus empregados maior do que os outros estúdios”, continuou. A Variety também apurou que a demissão de Gunn foi referendada por Bob Iger, CEO da Disney, o que mostra que a decisão foi unânime dentro da companhia.

Ainda de acordo com a revista, apesar de a carta enviada pelos atores deixar aberta a possibilidade de o elenco abandonar a produção, caso a Disney não chame Gunn de volta, o estúdio acredita que o bom senso vai prevalecer e que nenhum deles está disposto a pagar a multa rescisória por não cumprir o contrato ainda em andamento.

Antes da demissão de Gunn, as filmagens de Guardiões da Galáxia Vol. 3 estavam previstas para começar em janeiro de 2019 e o lançamento do filme, marcado para 2020.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.