Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Martin Luther King vai à luta em ‘Selma’. Confira o trailer

Indicado ao Oscar na categoria de melhor filme e canção original, longa mostra as marchas pelo voto dos negros que tomaram o Estado do Alabama em 1965

Por Da Redação 19 jan 2015, 14h43
O ator David Oyelowo no filme 'Selma'
O ator David Oyelowo no filme ‘Selma’ VEJA

Martin Luther King tem bem mais do que um sonho no trailer de Selma – Uma Luta pela Igualdade, longa que concorre em duas categorias no Oscar 2015 – a de melhor filme e de melhor canção original por Glory, de John Legend e Common. No vídeo divulgado nesta segunda-feira, o ativista mostra a força e a voz capazes de liderar uma marcha que tomou o Estado do Alabama em 1965 pelo direito ao voto da população negra americana.

Leia também:

Confira a lista com os indicados ao Oscar 2015

Jennifer Aniston e Lego: os esnobados do Oscar 2015

Tom político marca Globo de Ouro que consagrou ‘Boyhood’

Luther King, interpretado por David Oyelowo, se torna a pedra no sapato do então presidente dos Estados Unidos, Lyndon B. Johnson, ao incitar prisões em larga escala e marchas pelo país. O ativista tenta travar um diálogo com o presidente, mas é deixado de lado, o que o leva a organizar uma marcha pacífica da cidade de Selma até a Montgomery, capital do Alabama.

O longa foi dirigido por Ava DuVernay, que ficou de fora das indicações do Oscar, assim como Oyelowo. Selma foi produzido por Oprah Winfrey, também intérprete da ativista Annie Lee Cooper, uma mulher que se junta à marcha histórica após ser impedida de votar.

Neste domingo, Oprah, Ava, Oyelowo e o rapper Common participaram de um evento na cidade de Selma para celebrar o Dia de Martin Luther King, comemorado anualmente na terceira segunda-feira do mês de janeiro, próximo da data de nascimento do ativista, 15 de janeiro. Nesta segunda, Selma ainda recebe duas exibições gratuitas do filme organizadas pelos estúdios Paramount.

‘Boyhood’

Boyhood – Da Infância à Juventude é uma ousada produção do diretor Richard Linklater, que acompanhou a vida de um grupo de atores durante 12 anos, para mostrar o rito de passagem de um garoto para a vida adulta. O projeto venceu o Globo de Ouro na categoria de filme dramático e conquistou seis indicações ao Oscar 2015. O filme está em cartaz desde outubro de 2014.

‘Birdman’

Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância), dirigido por Alejandro G. Iñárritu, conta a história de Riggan Thomson (Michael Keaton), um ator famoso por interpretar o super-herói Birdman no cinema nos anos 1990, que agora tenta ganhar prestígio com uma peça na Broadway. O longa foi um dos mais indicados ao Oscar 2015, com nove categorias, e saiu vencedor em duas no Globo de Ouro, com melhor roteiro e melhor ator em comédia para Keaton. No Brasil, Birdman está em cartaz desde 29 de janeiro de 2015.

‘Sniper Americano’

Continua após a publicidade

Dirigido por Clint Eastwood, o filme é uma adaptação do livro Sniper Americano: O Atirador Mais Letal dos EUA (Intrínseca), e conta a história real de Chris Kyle (Bradley Cooper), atirador de elite das forças especiais da marinha americana que sobreviveu a quatro missões no Iraque. O filme chegou ao cinema no Brasil em 19 de fevereiro de 2015.

https://youtube.com/watch?v=9EkcUR2VSHI

‘O Grande Hotel Budapeste’

Sob a direção de Wes Anderson, o longa acompanha M.Gustave (Ralph Fiennes), gerente de um hotel na fictícia República de Zubrowka, e seu fiel amigo, o jovem empregado Zéro (Tony Revolori). O Grande Hotel Budapeste se passa no período entre as duas guerras mundiais e consta nas peripécias vividas pela dupla o roubo de uma valiosa obra do Renascimento e as transformações do cotidiano durante a primeira metade do século XX. O filme está em cartaz no Brasil desde julho de 2014.

‘O Jogo da Imitação’

Mortem Tyldum dirige a cinebiografia do matemático Alan Turing (Benedict Cumberbatch), importante personagem que contribuiu com seus conhecimentos de lógica, criptografia e ciência para decifrar o código da Enigma, uma máquina utilizada pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial. Acredita-se que as ações de Turing encurtaram a guerra em cerca de dois anos. Contudo, o matemático tem um fim trágico e acaba condenado pela Grã-Bretanha por ser homossexual. O filme chegou aos cinemas brasileiros em 29 de janeiro de 2015.

‘A Teoria de Tudo’

Baseado na biografia A Teoria de Tudo: A Extraordinária História de Jane e Stephen Hawking (Única), o filme do diretor James Marsh apresenta um olhar sobre a vida do físico interpretado por Eddie Redmayne. A trama acompanha um longo período da trajetória de Hawking, que abrange suas descobertas, seu relacionamento com a esposa Jane (Felicity Jones) e a  convivência com a doença que lhe tirou os movimentos do corpo e a fala. No Brasil, o filme estreou em 29 de janeiro.

https://youtube.com/watch?v=5DTWvCuS6-s

‘Selma’

O longa, dirigido por Ava DuVernay, apresenta as campanhas para assegurar a equidade dos direitos de votos dos negros americanos realizadas por Martin Luther King (David Oyelowo), em 1965, entre as cidades de Selma, interior do Alabama, até a capital, Montgomery. O filme chegou ao Brasil em 5 de fevereiro de 2015.

‘Whiplash’

Em Whiplash: Em Busca da Perfeição, o diretor Damien Chazelle mantém o foco no relacionamento entre um jovem baterista e o seu mentor, um professor de jazz que não mede esforços para elevar ao máximo o potencial do seu aluno. O filme está em cartaz desde 8 de janeiro de 2015 nos cinemas brasileiros.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês