Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Marcius Melhem obtém vitória expressiva contra Dani Calabresa na Justiça

Acusado de assediar a antiga colega de trabalho, o ex-diretor da Globo teve reconhecido o direito de divulgar publicamente mensagens trocadas entre os dois

Por Da Redação Atualizado em 5 ago 2022, 08h57 - Publicado em 3 ago 2022, 17h57

Acusado de assediar Dani Calabresa e proibido de vazar conversas íntimas entre os dois na imprensa, Marcius Melhem, ex-diretor do núcleo de humor da Globo, ganhou da Justiça na quarta-feira, 3, o direito de expor qualquer troca de mensagens com a atriz. De acordo com a decisão proferida pelo juiz Fabricio Reali Zia, do Tribunal de Justiça de São Paulo, obtida por VEJA, foi revogada a medida cautelar de julho que impedia Melhem de expor esse tipo de conteúdo.

O caso do suposto assédio veio à tona em dezembro de 2020. Segundo reportagem publicada na revista Piauí, Dani Calabresa teria sido vítima de várias investidas de Melhem, que culminaram em uma tentativa de agarrá-la à força numa festa ocorrida em novembro de 2017. As acusações migraram das páginas da imprensa para a Justiça quando Melhem, que nega todas as acusações, moveu ações para reparar sua honra, incluindo um processo por reparação de danos morais contra Dani Calabresa. A tese central da defesa de Melhem é de que as denúncias sobre o suposto assédio foram criadas apenas após um desentendimento profissional entre eles, em 2019.

A vitória desta quarta-feira é considerada expressiva pelo fato de que Melhem acredita ser alvo de ataques na imprensa e nas redes sociais, sem poder exibir as mensagens com provas de que é inocente no caso. Elas foram incluídas no processo que corre sob sigilo. Essas mensagens do celular de Melhem que chegaram à imprensa, incluindo as de uma reportagem de VEJA sobre o caso, datadas de 2016 a 2019, mostram amizade e intimidade entre os dois, a ponto de fazerem brincadeiras de cunho sexual. Mesmo após a festa na qual teria ocorrido um violento ataque sexual, os diálogos continuam no mesmo tom. Em mensagem trocada entre ela e Melhem um mês depois da festa, num contexto de brincadeira entre ambos, a atriz escreve: “Deus te deu vários dons” e, entre os emojis, coloca uma berinjela.

Como reação à divulgação desse tipo de conteúdo, a defesa de Dani Calabresa entrou com um pedido na Justiça para continuar mantendo tudo sob sigilo, mas acabou sendo derrotada. A decisão desta quarta do juiz Fabricio Reali Zia ratificou a posição já defendida pelo procurador-geral de Justiça Mário Luiz Sarrubbo, em 28 de julho passado: “Entende-se configurada a justa causa na conduta do investigado de exibir publicamente mensagens trocadas entre ele e a ofendida, com o propósito de defender-se das acusações que estavam sendo dirigidas a ele pela imprensa”, manifestou-se Sarrubbo na ocasião.

A reportagem procurou a assessoria de imprensa de Dani Calabresa e sua advogada, que emitiram uma nota lamentando a decisão, mas reiterando a fé da comediante na justiça. Em uma primeira versão, a nota citava 12 mulheres que teriam sido vítimas de assédio sexual por parte de Melhem. Pouco tempo depois, a assessoria retificou a informação para “denúncias apresentadas por 12 mulheres por assédio sexual e moral”. Confira a nota na íntegra.

Continua após a publicidade

A defesa de Dani Calabresa lamenta a decisão, mas a respeita, como tem feito ao longo de todo o processo. Ressaltamos que continuam sob sigilo a investigação criminal e o processo do Ministério Público do Trabalho das denúncias apresentadas por 12 mulheres contra Marcius Melhem por assédio sexual e moral. Infelizmente, temos assistido a uma série de vazamentos, sempre com o objetivo de atingir a reputação das denunciantes. Confiamos que a justiça comprovará todas as denúncias, apoiadas em provas e testemunhos.

Em seu perfil no Twitter, Marcius Melhem comemorou a vitória. “Fui covardemente atacado na imprensa sem nenhum processo judicial. Eu que procurei a Justiça e lá quiseram me calar. Mas a Justiça entendeu que posso me defender, sim, onde fui atacado, na opinião pública. Na hora certa isso será feito. Todos merecem saber a verdade. E vão saber”, escreveu o comediante:

Em conversa com VEJA, os advogados de Melhem também se posicionaram reforçando de que o ex-diretor da Globo respeita a Justiça e que irá se defender de todas as formas legais possíveis. Para os advogados dele, as mensagens guardadas no celular de Melhem representam provas essenciais do processo  (o que acabou sendo referendado pela Justiça na decisão proferida na última quarta):

A decisão da Justiça demonstra a lisura da conduta de Marcius Melhem ao se defender de acusações feitas pela advogada do grupo de 8 denunciantes na imprensa, sem nenhuma investigação. Não foi Marcius Melhem quem procurou primeiro a imprensa. A divulgação de mensagens, como bem entendeu a Justiça, apenas ocorreu após o amplo ataque que ele sofreu publicamente. Marcius respeita a Justiça e o sigilo das investigações e irá sempre se defender de todas as formas legais para demonstrar a sua inocência diante das mentiras contadas. E sempre irá esclarecer a opinião pública quando alguma inverdade for dita a seu respeito. 

Oliveira Lima & Dall Acqua Advogados e Tecio Lins e Silva, Ilidio Moura & Advogados Associados

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)