Clique e assine com até 92% de desconto

Madrasta de Mel Gibson é acusada de tentar acelerar a morte do pai do ator, de 93 anos

Teddy Joye estaria negando dar remédios a Hutton Gibson para aliviar sua dor

Por Da Redação 5 jun 2012, 11h39

O ator Mel Gibson tem vivido um drama familiar. Sua madrasta, Teddy Joye, de 70 anos, é acusada de acelerar a morte do pai do ator, Hutton Gibson, de 93 anos, que sofre de uma série de doenças e está em estado debilitante. Ela estaria negando dar a medicação prescrita pelos médicos ao marido com a intenção de acabar com seu sofrimento, diz o site americano TMZ.

Nesta segunda, a família de Gibson providenciou o divórcio de Hutton Gibson, que agora está sob cuidados dos filhos. Teddy afirma que tem evitado dar os medicamentos ao marido porque acredita ser sua vontade evitar o prolongamento de uma vida inválida.

O TMZ informa que a madrasta do ator vai brigar na Justiça para retomar o convívio com o ex-marido.

Publicidade