Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Led Zeppelin é absolvido da acusação de plágio

Apesar da enorme semelhança entre 'Stairway to Heaven' e a instrumental 'Taurus', do grupo californiano Spirit, juiz entendeu que não houve cópia

Por Da Redação 23 jun 2016, 15h31

Um júri de Los Angeles ditou nesta quinta-feira que Stairway to Heaven, o clássico do Led Zeppelin, não é plágio de um tema instrumental do grupo californiano Spirit. A mítica balada de um dos maiores grupos da história do rock era alvo de um processo fazia dois anos. A ação era movida pelo administrador do inventário do guitarrista do Spirit, Randy California, que reclamava milhões de dólares por perdas e danos.

LEIA TAMBÉM:

Led Zeppelin cita ‘Insensatez’ contra acusação de plágio

O Spirit afirmava que o emblemático solo de guitarra melancólico no início de Stairway to Heaven havia sido retirado do instrumental Taurus, de 1968, três anos antes de o Led Zeppelin lançar sua canção. Para se defender, Jimmy Page e Robert Plant, guitarrista e vocalista do grupo de rock inglês, levaram um professor de música de Nova York para o tribunal. Ele tocou diversas canções ao piano para provar que a progressão de acordes que é comum a Taurus e a Stairway to Heaven é usada na música há 300 anos — e teria sido empregada até por Tom Jobim em Insensatez.

Após dois anos de procedimentos judiciais, um juiz federal decidiu que a canção não foi plagiada, embora houvesse material suficiente para um processo.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade