Clique e assine a partir de 8,90/mês

Leci Brandão ressalta importância de pautas sociais no carnaval de SP

Sambista e deputada estadual acompanhou os primeiros desfiles de um camarote no Anhembi

Por Eduardo F. Filho - Atualizado em 22 fev 2020, 02h52 - Publicado em 22 fev 2020, 02h46

Madrinha da Acadêmicos do Tatuapé, a cantora e deputada estadual por São Paulo, Leci Brandão (PCdoB), acompanhou os dois primeiros desfiles do Grupo Especial do Carnaval paulistano em um camarote do Sambódromo do Anhembi. Em rápida conversa com VEJA enquanto caminhava em direção ao hotel, a sambista aprovou a pauta social levada pela Tom Maior à avenida.

“Eu sou totalmente favorável [questões sociais no desfile]. Acho que a escola de samba tem que prestar um serviço à sociedade. Quando ela presta um serviço de reflexão e consciência política é maravilhoso. A pauta da negritude, por exemplo, está explodindo esse ano”, disse Leci.

“Aqui em São Paulo eu gostei muito da Tom Maior. Está todo mundo falando da importância dos negros, da mulher, da população LGBT, ou seja, seres humanos estão sendo respeitados e mostrados”, acrescentou a sambista de 75 anos.

Leci ainda elogiou a evolução demonstrada pelas escolas ano a ano: “Desfile de escola de samba é algo que me emociona muito. A gente vê que as escolas estão cada vez crescendo mais. Os bons figurinos, o samba… Há uma preocupação muito grande em melhorar as alegorias, fantasias. Todo mundo tentando fazer o melhor”, concluiu.

A Acadêmicos do Tatuapé, escola na qual Leci deve desfilar, leva ao Anhembi um enredo que fala sobre a cidade de Atibaia, no interior de São Paulo.

Continua após a publicidade
Publicidade