Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Lady Gaga é banida da China após encontro com Dalai Lama

Em abril, a cantora Selena Gomez também passou por problema parecido após ser vista em uma foto junto ao líder espiritual, símbolo da luta pela independência do Tibet

Por Da Redação 28 jun 2016, 10h20

Curtido por pelo menos 412.000 pessoas no Instagram, o encontro entre a cantora Lady Gaga e o líder religioso Dalai Lama enfureceu o governo chinês. Gaga e Dalai Lama se encontraram para um debate, transmitido ao vivo pela internet, sobre e pela paz — que acabou em conflito.

LEIA TAMBÉM:

Lady Gaga posa nua com o noivo para capa de revista

A indústria musical deu as costas para mim, diz Lady Gaga

Filho de David Bowie critica tributo de Lady Gaga no Grammy

Continua após a publicidade

De acordo com o site Next Media, o ministro chinês das relações exteriores, Hong Lei, emitiu um comunicado condenando a cantora americana por se envolver na questão da independência do Tibet. O departamento de publicidade chinês também se manifestou e decretou o banimento das músicas da cantora, tal como de outros tipos de conteúdo produzidos por ela. A proibição já vigora a partir desta semana.

Esta não é a primeira vez que Gaga tem problemas com a China. Em 2011, ela entrou numa lista negra das autoridades locais por conta das letras de suas canções, consideradas inadequadas. À época, grandes artistas como Katy Perry e os Backstreet Boys passaram pelo mesmo problema.

Em abril, a cantora Selena Gomez também passou por problema parecido após ser vista em uma foto junto ao líder espiritual.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade