Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Kim diz que Taylor Swift ‘se fez de vítima’ após música de Kanye West

Esposa do rapper afirmou que a cantora sabia sobre a controversa citação que ele faz dela em ‘Famous’ e havia concordado com seu lançamento

Por Da Redação 16 jun 2016, 21h57

Em entrevista à revista americana GQ, a socialite Kim Kardashian defendeu o marido, Kanye West, pelo verso da música Famous, de seu último disco, Life of Pablo, no qual o rapper afirma que ele e Taylor Swift poderiam fazer sexo um dia porque ele a “tornou famosa”. Segundo a socialite, a cantora “se fez de vítima” ao reclamar da citação, dizendo que ela tinha conhecimento da letra e que havia aprovado a ideia.

LEIA TAMBÉM:

‘Quero o melhor para essa pessoa’, diz Kanye West sobre Taylor Swift

Kanye West defende música em que xinga Taylor Swift: ‘Ela teve a ideia’

Em nova música, Kanye West xinga Taylor Swift e diz que a tornou famosa

Segundo Kim, a intérprete de Bad Blood falou com West ao telefone e teria dito: “Quando eu estiver no tapete vermelho do Grammy, os repórteres vão pensar que eu sou contra a música, mas eu só vou rir e dizer: ‘A piada está com vocês, eu estava de acordo o tempo todo'”. Depois que a música foi lançada, Taylor se pronunciou dizendo que havia achado a canção “misógina”. “Não sei por que ela surtou do nada… Eu fiquei pensando, tipo, no discurso do Grammy, ela humilhou o meu marido só para se fazer de vítima de novo”, disse Kim.

Respondendo a um pedido da GQ, a assessoria de Taylor enviou um comunicado com a versão da cantora sobre os fatos. “Kanye West pediu a Taylor que ela divulgasse a música em seu Twitter, mas ela recusou. Ele nunca disse a Taylor que a música usaria um termo ofensivo para se referir a ela. Uma música não pode ser aprovada se ela nunca foi ouvida. West nunca tocou a música para Taylor. Ela ouviu pela primeira vez ao mesmo tempo em que todos ouviram e se sentiu humilhada. A afirmação de Kim Kardashian de que Taylor e sua equipe estavam cientes da gravação da canção não é verdade e ela não entende por que West, e agora Kim, não a deixam em paz.”

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade