Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Katy Perry rouba beijo de ‘virgem de boca’ – que fica incomodado

'Me senti incomodado porque nunca tinha sido beijado antes e não esperava por isso', disse Glaze, de 20 anos, participante do reality show ‘American Idol’

Por agência France-Presse Atualizado em 15 mar 2018, 21h19 - Publicado em 15 mar 2018, 10h26

Em tempos de denúncias de mulheres contra o assédio sexual de homens poderosos, Katy Perry, 33, se inseriu em uma pequena polêmica ao roubar uma bitoca de um jovem de 19 anos que nunca havia beijado na boca. E que se disse “incomodado” com a atitude da cantora, em entrevista ao jornal The New York Times.

Benjamin Glaze, um garoto de Oklahoma que compete na atual edição do reality musical American Idol, foi surpreendido ao se aproximar de Katy para um cumprimento na bochecha. Primeiro, a cantora de fato o beijou na face, mas na sequência, ao pedir um repeteco, virou o rosto e deu um estalinho nos lábios de Glaze.

O menino — que agora, quando o programa gravado foi ao ar, já tem 20 anos — disse ao NYT que cresceu em uma família conservadora e que queria beijar alguém, pela primeira vez, quando se sentisse “apaixonado”. “Queria que meu primeiro beijo fosse especial”, disse ao jornal.

Com a repercussão da sua entrevista ao NYT, no entanto, ele foi às redes sociais contemporizar o que disse. Segundo Glaze, ele não tem queixa de Katy Perry, que, afinal, deu apenas um selinho ligeiro no garoto. “Não acho que fui assediado sexualmente e estou grato pelos comentários e críticas aos jurados”, escreveu. “Me senti incomodado no sentido de que nunca tinha sido beijado antes e não esperava por isso.”

Continua após a publicidade

Muito barulho por nada

Tudo começou quando o cantor country Luke Bryan, outro jurado do programa, fez a pergunta usando a frase de uma das músicas mais famosas de Perry, I Kissed a Girl, de 2008: “Você beijou uma menina e gostou?”.

Glaze disse rindo que nunca havia tido uma namorada. Perry pediu a Glaze que ele se aproximasse da mesa dos jurados, onde também estava o cantor Lionel Richie, e o convidou para um beijo. Ele lhe ofereceu a bochecha, mas ela girou seu rosto e o surpreendeu beijando-lhe na boca. Glaze expressou seu choque e cantou sua música antes de ser dispensado pelos jurados.

A atitude de Perry gerou uma onda de comentários nas redes sociais. Alguns a acusaram de assédio sexual no auge do movimento #MeToo, que nasceu do escândalo do produtor de cinema Harvey Weinstein, acusado por mais de uma centena de mulheres de assédio, agressão sexual e estupro.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade