Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Kate Moss vira arma de Johnny Depp em batalha judicial contra Amber Heard

Defesa do astro de Hollywood quer modelo no banco de testemunhas a favor dele; julgamento midiático ganha nova nuance

Por Kelly Miyashiro 23 Maio 2022, 18h17

Os advogados de Johnny Depp vão convocar Kate Moss, uma das ex-namoradas do astro de Hollywood, para testemunhar contra Amber Heard, ex-mulher do ator, na batalha judicial que tem os holofotes da mídia há semanas. A atriz chegou a mencionar a modelo britânica durante um de seus depoimentos no tribunal, o que criou uma abertura para a defesa do ator descredibilizá-la perante o juri.

De acordo com uma fonte do Insider, a equipe jurídica de Depp chamará Kate na próxima quarta-feira, 25, para falar a favor do intérprete de Capitão Sparrow na saga Piratas do Caribe. A ex-namorada deve aparecer via videochamada para ser interrogada pelos advogados de ambos os lados.

A entrada da modelo no caso surgiu após Amber ter mencionado no início do julgamento que, durante uma briga com o então marido, se lembrou de Kate. Na ocasião, a depoente teria visto o ator atacar sua irmã e então dado um soco nele. “Eu não hesito. Eu não espero. Eu imediatamente penso em Kate Moss e nas escadas, e eu bati nele”, declarara Heard no banco de testemunha.

Para os advogados do premiado ator, a rival teria se referido ao boato nunca comprovado de que Depp uma vez empurrou Kate Moss escada abaixo quando eles namoravam, entre 1994 e 1997. A modelo nunca fez uma acusação formal contra o ator. Kate não estava na lista original de testemunhas feita pela equipe de Depp, mas de acordo com registro do tribunal, o americano se reservou o direito de chamar qualquer pessoa citada por Heard ou qualquer testemunha necessária para refutar informações trazidas por ela.

Ainda segundo uma fonte próxima ao caso, um dos representantes do ator, o advogado Benjamin Chew, teria ficado extremamente animado com a menção da atriz sobre Kate, já que eles estão ansiosos para o testemunho da modelo refutar a imagem de monstro criada por Amber. Não se sabe, entretanto, se os advogados da Amber vão se opor a Moss como elemento da defesa do ex-marido.

Actors Amber Heard and Johnny Depp watch as the jury leave the courtroom for a lunch break at the Fairfax County Circuit Courthouse in Fairfax, Virginia, on May 16, 2022. - Actor Johnny Depp sued his ex-wife Amber Heard for libel in Fairfax County Circuit Court after she wrote an op-ed piece in The Washington Post in 2018 referring to herself as a
Amber Heard e Johnny Depp, no tribunal do Condado de Fairfax – Steve Helber/AFP

Após um relacionamento conturbado, que terminou em 2016, o ex-casal trava uma batalha na Justiça. Johnny Depp processou Amber Heard por difamação depois que ela publicou um artigo descrevendo ter vivido um relacionamento abusivo que envolvia violência doméstica. Ellen Barkin, uma ex do ator, testemunhou a favor de Amber, dizendo que Depp tinha uma conduta ciumenta, controladora e violenta. Em contrapartida, Vanessa Paradis e Winona Ryder, antigas parceiras dele, o apoiaram publicamente.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)