Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Joe Cocker não poupa a voz e relembra sucessos

O britânico, lenda do rock e do blues, apresentou clássicos como ‘You Are So Beatiful’ e ‘With a Little Help From My Friends’ em São Paulo, nesta quinta

Por Raissa Pascoal 30 mar 2012, 08h48

Ao voltar ao Brasil 21 anos depois de sua última passagem por aqui, na segunda edição do Rock in Rio, em 1991, o cantor britânico Joe Cocker provou que a voz continua a mesma e a força de seus sucessos também. O músico se apresentou para casa lotada em São Paulo, na noite desta quinta-feira, na Via Funchal. Apesar de a turnê se chamar Hard Knocks, nome de seu último álbum, lançado em 2010, o repertório só trouxe duas músicas do disco, apostando todas as fichas nos hits consagrados de sua carreira de 40 anos.

Pontualmente às 22 horas, Cocker entrou no palco ao som de Hitchcook Railway, de 1969. Acompanhado de uma banda de oito integrantes, o cantor deu início a um desfile de músicas essencialmente formado por seus CDs das décadas de 1970 e 1980. O público, composto majoritariamente por pessoas de cabelos grisalhos, começou tímido, mas se animou a partir da segunda canção, Feelin’ Alright, da banda de rock britânica Traffic, interpretada por Cocker em 1969.

Joe Cocker em show na Via Funchal, em São Paulo
Joe Cocker em show na Via Funchal, em São Paulo VEJA

Ao longo da apresentação, que durou 1h30 com 17 músicas, o britânico mostrou que não perdeu o trejeito de mexer as mãos enquanto canta e, muito menos, a potência da voz rouca, que exigia alguns goles de água ao fim de cada música.

A primeira faixa de seu último disco apresentada foi a romântica Unforgiven. Depois dela, Cocker preparou um combo de sucessos – interrompido rapidamente por Hard Knocks, música-título da turnê -, começando por Up Where We Belong, que levou o Oscar de melhor música em 1983 pelo filme A Força do Destino. O cantor emendou You Are So Beatiful, cantada apenas com acompanhamento dos teclados; Come Together, originalmente dos Beatles e prolongada na versão ao vivo de Cocker; a animada You Can Leave Your Hat On; Unchain My Heart, um dos maiores clássicos de sua carreira; e, para fechar, With a Little Help From My Friends, escrita por John Lennon e Paul McCartney, e que o alçou à fama depois de sua interpretação, em 1968.

Depois do ápice da animação e já com cara de fim de show, Cocker saiu do palco, deu um tempo para os espectadores recuperarem o fôlego e voltou para o bis, com Shelter Me, de 1986, She Came In Through The Bathroom Window, outro cover dos Beatles, e Cry Me a River. O segundo bis foi feito com High Time We Went e a lenta Long as I Can See the Light, que acalmou os ânimos e marcou o fim da visita do britânico a São Paulo. Dirigindo-se ao público pela segunda vez, o cantor agradeceu a presença de todos e foi embora.

A turnê de Joe Cocker no Brasil ainda segue para Belo Horizonte (neste sábado, 31, no Chevrolet Hall) e, depois, Rio de Janeiro (domingo, 1º, na HSBC Arena).

Continua após a publicidade

Publicidade