Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Jackson queria entrar para Guinness com shows em Londres

Por Carl de Souza 26 out 2011, 06h09

Michael Jackson, que preparava sua volta aos palcos em grande estilo quando morreu, em junho de 2009, queria entrar para o livro Guinness dos recordes com a série de 50 shows em Londres, revelou nesta terça-feira uma testemunha no julgamento do médico Conrad Murray, em Los Angeles.

Randy Phillips, dono da AEG Live, a promotora dos shows do “rei do pop” em Londres, a partir de julho de 2009, disse à Corte Superior de Los Angeles que o número inicial de concertos era de 31, mas como a venda antecipada foi “fabulosa”, manifestou seu interesse em fazer 50 apresentações.

“Michael Jackson aceitou” realizar os 50 shows “sob duas condições”, revelou o produtor. A primeira era “entrar para o livro Guinness dos recordes no quinquagésimo show”, já que seria algo “que ninguém poderia igualar”.

A segunda condição era ter a disposição, durante a série de shows, “uma fazenda nos arredores de Londres, com cavalos, para o bem-estar de seus filhos e para não ficar fechado em um quarto de hotel o tempo todo”, disse Phillips ao tribunal.

Continua após a publicidade
Publicidade