Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

‘Invocação do Mal 3’ alcança a maior bilheteria desde início da pandemia

Impulsionado pelo feriado, o terceiro longa da famosa franquia de James Wan arrecadou 8,4 milhões de reais no Brasil

Por Marcelo Canquerino
7 jun 2021, 16h55

A bilheteria de cinema voltou a crescer no Brasil com um empurrão da estreia de Invocação do Mal 3: A Ordem do Demônio. Segundo dados da Comscore, o longa da famosa franquia de terror criada por James Wan arrecadou 8,4 milhões de reais e levou às salas de cinema um público de 458.120 pessoas entre os dias 3 e 6 de junho. Essa foi a melhor estreia de um filme no país desde o começo da pandemia. 

Impulsionado pelo feriado de Corpus Christi em algumas regiões do país, Invocação do Mal 3 fez com que a bilheteria dos dez filmes mais vistos saltasse de 4,4 milhões de reais, no final de semana anterior, para 12,3 milhões. O público, durante o mesmo período, também teve um aumento significativo: foi de 238.370 pessoas para 667.210. O longa até conseguiu desbancar o live-action de Cruella, que liderava a bilheteria na semana passada, e caiu para a segunda posição (1,9 milhão de reais), seguido de Godzilla vs. Kong (713.990 reais) e Mortal Kombat (484.410 reais). 

O Brasil tem passado por altos e baixos em termos de bilheteria devido a pandemia. Na semana passada, por exemplo, houve uma queda na arrecadação em 4,6%, contrariando a tendência de aumento na venda de ingressos que vinha desde abril, com a reabertura de cinemas em algumas regiões e a exibição de filmes do Oscar. 

Já em países no qual a vacinação contra a Covid-19 avança com maior rapidez, os cinemas começaram a respirar com mais tranquilidade. Nos Estados Unidos, Invocação do Mal 3, que também chegou lá em 4 de junho, ultrapassou a bilheteria de Um Lugar Silencioso 2 arrecadando 24 milhões de dólares, segundo a Variety. Os números surpreenderam e podem indicar a ânsia pelo público de retornar às salas de cinemas, já que o longa também está disponível no HBO Max, plataforma já lançada nos Estados Unidos, sem nenhum custo adicional. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.