Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Incidentes com o público marcam o show do Capital Inicial

Apresentação na noite deste sábado teve desmaios e fã empacado em tirolesa

Por Leo Pinheiro, da Cidade do Rock 25 set 2011, 00h29

A apresentação da banda brasileira Capital Inicial, na segunda noite de shows do Rock in Rio, ficou marcada por pequenos incidentes com o público. Duas pessoas desmaiaram após ficarem espremidas na grade que separa a plateia do palco principal. O vocalista Dinho Ouro Preto parou o show duas vezes, pedindo à organização do evento que socorresse os fãs. Dinho chegou até a oferecer a sua própria garrafa de água para que os fãs se refrescassem.

Logo em seguida, um homem foi aproveitar as atrações do evento, como a maior tirolesa móvel já montada no país. Com 25 metros de altura e 210 metros de extensão, a tirolesa faz um passeio sobre o público do palco principal. O homem, de 30 anos, passa bem e não precisou ser encaminhado ao ambulatório do evento.

No meio da trajetória, a carretilha emperrou e o fã ficou parado por pelo menos cinco minutos até que dois alpinistas profissionais da equipe de resgate fossem retirá-lo.

Francisco Santos, diretor da empresa que projetou e construiu a tirolesa, arquiteto e alpinista com experiência de 25 anos, disse que a animação do público ajudou a provocar o incidente: “As pessoas descem vibrando muito. Esse passageiro veio sacolejando, a fita enroscou na carretilha e ele parou, mas a nossa equipe de resgate resolveu o problema rapidamente”.

Continua após a publicidade
Publicidade