Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Homenagens e recados para todo o mundo: como foi a live de Roberto Carlos

Cantor admitiu que a situação era rara, celebrou os profissionais da saúde e os caminhoneiros e pediu para os fãs evitaram sair de casa

Por Alexandre Senechal Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 20 abr 2020, 07h13 - Publicado em 19 abr 2020, 20h47

No dia em que completou 79 anos de idade, Roberto Carlos saiu da quarentena de quase um mês para fazer a primeira live da história da carreira. O cantor deixou o isolamento social em sua mansão na Urca e dirigiu 800 metros até um estúdio no mesmo bairro no Rio de Janeiro. O show contou com clássicos como Detalhes, É Preciso Saber Viver e Nossa Senhora e Roberto interagiu com os fãs, fez agradecimentos e pedidos nos 60 minutos em que esteve no ar.

O cantor entrou pontualmente no ar pelo seu canal oficial no YouTube às 19h45, como havia previsto. Durante toda a tarde deste domingo 19, várias pessoas acessaram a página esperando o início do show. A live começou, na internet, direto com Roberto Carlos cantando Como É Grande o Meu Amor Por Você. “Escolhi essa canção para começar porque tenho a chance de dizer para vocês tudo o que eu sinto por vocês. Eu amo vocês”, disse ainda durante a música.

O espetador mais atento pôde perceber a voz de Faustão pouco antes da primeira canção. A Globo transmitiu o início do show durante o final do programa do apresentador. Roberto Carlos até agradeceu pelas palavras do “irmão”. A escolha da emissora em transmitir apenas as duas primeiras músicas antes do início do Fantástico, porém, foi criticada nas redes sociais.

Continua após a publicidade

A cada clássico que cantou, Roberto interagiu com os fãs como se estivesse em um show. Ele aproveitou a música Caminhoneiro para fazer uma homenagem aos motoristas que seguem trabalhando para manter o país funcionando. Também agradeceu pelo trabalho dos médicos e dos enfermeiros. Ele evitou falar o nome “coronavírus” e pediu para os fãs ficarem em casa.

“Estava usando a máscara até agora pouco. Só tirei porque preciso cantar. Vocês têm que usar com certeza. É uma defesa muito grande para tudo o que está acontecendo nesse momento, que eu não gosto nem de falar o nome. Fiquem em casa. Só saiam se for de extrema necessidade”, afirmou.

Roberto não falou só para os fãs brasileiros. Antes de cantar Canzone Per Te, lamentou a situação pela qual está passando a Itália e disse ter certeza de que o país sairá dessa crise em breve. Também fez homenagens para países que falam espanhol antes de interpretar Amigo, canção que fez sucesso na língua.

Continua após a publicidade

Após cantar Jesus Cristo, a décima primeira e última música da live, o maestro Eduardo Lages e do tecladista Tutuca Borba – os únicos dois músicos presentes – puxaram Parabéns Pra Você nos instrumentos e um funcionário, vestindo luvas e máscara, levou um bolo para o palco. Roberto Carlos ofereceu o (simbólico) primeiro pedaço para os quase 1,5 milhão de pessoas que acompanharam pela internet.

Diferentemente do que foi anunciado, o cenário não foi somente azul e branco. Era possível ver uma cortina marrom atrás dos músicos. Roberto Carlos vestiu uma calça e um sapato brancos e uma camisa florida em tons de azul. Para o deleite dos fãs, o show, previsto para durar 45 minutos, teve uma hora de duração.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.