Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Guta Stresser: ‘A maternidade deixa mulher até mais completa que o homem’

Atriz que viveu Bebel em 'A Grande Família' se viu em meio à grande confusão depois de comentar em uma postagem de Caio Blat considerada machista

Por Lucas Almeida
28 Maio 2018, 08h48

Guta Stresser se viu em meio a uma confusão no último mês ao comentar uma postagem no Instagram do colega Caio Blat que muitos consideraram sexista. A atriz que viveu a Bebel na série A Grande Família, da TV Globo, riu da foto publicada por Blat, que aparecia ao lado de uma mulher com uma camisa em que se lia frase “Bruta não, mal domada”. Foi criticada e se defendeu, explicando que era feminista e livre: “Sou dona do meu nariz”. 

Em entrevista a VEJA, Guta defende o seu posicionamento: “Eu sou de uma linhagem de mulheres fortes, que não se colocam, de maneira nenhuma, em uma posição inferior ao homem. Então, sempre fui feminista, cresci sendo”, afirma.

Espécie de máxima popular do interior do país, a sentença da foto de Blat já foi usada em letras de música sertaneja, como a canção homônima do cantor Giovane de Freitas e uma variante, Xucra Não, Mal Domada, de Pedro Henrique e Leonardo.

Continua após a publicidade

Guta mostrou entusiasmo ao comentar a postagem do ator. “Hahahahah amei! Quero uma”, escreveu. Mudou de tom depois que a atriz Maria Casadevall atacou a imagem, afirmando que a camiseta perpetuava o machismo e a violência contra a mulher, o que levou muitos a centrarem fogo na atriz de A Grande Família“Eu sou ‘mal domada’ significa que ninguém monta em mim, sou mais feminista do que muitas que levantam a bandeira, mas só fazem correr atrás de um macho. Pronto, falei”, rebateu Guta.

Para VEJA, a atriz justificou sua posição: “Acho que, se a gente vir a coisa regionalmente, para as mulheres do campo e o métier dos rodeios, aquilo é uma imagem de poder feminino. É uma mulher em cima do cavalo, laçando um homem pelo pé. Rolou muita polêmica, mas acho que a discussão é sempre bem-vinda. O mundo está mudando muito rápido e para melhor”, diz, embora não seja tão otimista quanto possa parecer. “Considero o mercado profissional ainda muito injusto. A mulher ganha menos que o homem e muitas ainda têm uma jornada dupla, porque trabalham e cuidam da casa e dos filhos. Acho que a mulher está tão bem preparada para as diversas funções ou ainda mais. A maternidade deixa a mulher até mais completa que o homem.”

Joelma

Guta Stresser no filme ‘Antes que eu me Esqueça’ (Reprodução/Divulgação)

Guta entrou em cartaz na última semana com o filme Antes que Eu me Esqueça. No longa, a atriz interpreta a prostituta Joelma, que ajuda a administrar uma casa de striptease. A personagem conquista o público pelo bom humor e pela facilidade em falar sobre sexo sem nenhum pudor.

“Nunca tive uma personagem parecida com ela, totalmente sem filtro e muito espontânea. A Joelma passou a vida dando prazer aos outros e à ela também. Deixa claro que sempre teve muito prazer com o sexo e com a sua escolha profissional. Não tem nenhuma vergonha de ser prostituta”, conta Guta.

Continua após a publicidade

O filme dirigido por Tiago Arakilian ainda conta com José de Abreu, Danton Mello e Mariana Lima no elenco.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.