Clique e assine com até 92% de desconto

Gisele Bündchen sai de burca em Paris e irrita franceses

Segundo o site do jornal ‘New York Post’, modelo usou o traje para se disfarçar ao ir a uma clínica estética realizar duas cirurgias, uma nos seios e outra nos olhos

Por Da Redação 30 jul 2015, 17h04

Gisele Bündchen parece ter causado um climão na França. Segundo o site do jornal americano New York Post, a modelo usou uma burca para ir disfarçada a uma clínica estética de Paris para fazer duas cirurgias plásticas, uma nos seios e outra nos olhos. A notícia se espalhou pelo mundo e irritou alguns franceses. “Isso é ridículo! Ser fotografada com uma burca é ridículo”, comentou uma pessoa ao site de fofocas francês Public. “Especialmente porque na França é proibido usar burca”, continuou a pessoa, lembrando que desde 2010 é vetado por lei o uso do traje islâmico em espaços públicos no país.

Leia também:

Site americano chama biquíni de Gisele de ‘micro’

SPFW: Gisele Bündchen chora em seu último desfile

Longe das passarelas, Gisele Bündchen posa nua entre lençóis

Segundo o site do Post, Gisele foi com a irmã Rafaela à clínica du Parc Monceau em 15 de julho – em plena época do mês sagrado do ramadã. Seu traje, além de incorreto segundo as laicas leis francesas, também estava errado de acordo com as leis muçulmanas: apesar da burca, a top usava uma sandália, algo proibido a mulheres islâmicas.

Segundo uma fonte ouvida pelo site, Gisele ficou preocupada com os seios após ter tido dois filhos. A cirurgia, que custou cerca de 11.000 dólares, seria um presente dela mesma por seu aniversário de 35 anos e sua anunciada aposentadoria das passarelas. A modelo e sua irmã foram levadas do Bristol Hotel à clínica pelo motorista da top, que trabalha com ela ao menos desde 2010. No dia seguinte, ele foi buscá-las e as levou de volta ao Bristol. Elas fizeram as malas e seguiram para um spa, onde ficaram por cinco dias.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade