Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Fim de ‘True Blood’: os vampiros vão dizendo adeus

Cancelamento da série comprova o desgaste da moda vampiresca

Por Da Redação 3 set 2013, 20h23

O fim está próximo, pelo menos para a moda vampiresca. Após a aguardada conclusão da saga Crepúsculo, que tirou do baú os seres sugadores de sangue e por longos cinco anos pautou notícias e produções em todo o mundo, o canal HBO anunciou na tarde dessa terça-feira que a sétima temporada de True Blood, prevista para 2014, será a última. O motivo do cancelamento não foi explicado.

Uma das possíveis explicações para o encerramento da série tem a ver com o fim da era dos vampiros. Querendo ou não, True Blood e diversas outras produções que apostaram nessa linha fantástica pegaram carona na fama do personagem Edward Cullen, vivido por Robert Pattinson, desde 2008. Desgastadas, as histórias com vampiros passaram a perder forças para seus concorrentes como os também mortos-vivos zumbis, as distopias pós-apocalípticas no estilo Jogos Vorazes, e as produções eróticas, encabeçadas pelo livro e futuro filme Cinquenta Tons de Cinza.

A série, baseada nos livros de Charlaine Harris, estreou em 2008 e abusou de cenas com sangue e sexo para mostrar que era bem diferente da franquia dos vampiros puritanos e vegetarianos de Crepúsculo. A fórmula deu certo e o seriado se tornou um dos maiores sucessos do canal, com milhões de espectadores por episódio. Segundo a HBO, a sétima e última temporada de True Blood terá dez episódios, que serão produzidos a partir de dezembro. A temporada final deve estrear no Brasil no meio do ano que vem.

LEIA TAMBÉM:

Texto de ‘True Blood’ já causou inveja a Charlaine Harris

Saiba que atores vão protagonizar ’50 Tons de Cinza’

Entre os grandes produtos com vampiros como personagens principais, a única remanescente que ainda tem certa relevância é a série The Vampire Diaries, baseada na série de livros homônimos de L.J. Smith. Mesmo sem data para o fim, o seriado que começou com jovens estudantes no colegial já está em sua quinta temporada e, se acompanhar a tendência, não deve permanecer por muito tempo no ar.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês