Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Fãs poderão escolher músicas de shows do Coldplay

A banda pretende abrir espaço para pedidos do público durante a turnê 'A Head Full of Dreams', que passará pelo Brasil em abril de 2016

Por Da Redação 22 dez 2015, 11h59

Os fãs de Coldplay poderão escolher algumas das músicas que a banda vai tocar nos shows da turnê A Head Full of Dreams, que começa em março do ano que vem e passará pelo Brasil. Em entrevista ao jornal britânico The Sun, o vocalista Chris Martin falou como serão as apresentações e o que ele quer do público: “O que faremos é quase um espaço para pedidos. Nós gostaríamos que as pessoas nos dessem uma razão para tocar tal música, para que tenhamos um propósito ao tocá-la”, disse. “Acho que será como uma cabine fotográfica, na qual você entra e diz: ‘Oi, eu sou Derek e queria que vocês cantassem The Hardest Part‘”, explicou o músico.

Como a vontade do público vai guiar a seleção de músicas das apresentações, Martin sabe que a banda terá de se aprofundar em seu repertório. “Estamos gostando de tocar canções antigas. Essa turnê finalmente terá um set list que vamos gostar do começo ao fim. Então, por exemplo, se formos tocar Spies, de Parachutes (2000), eu vou dizer: ‘Essa é para Helen de Bolton que se lembra de seu pai quando a escuta'”, afirmou o vocalista.

LEIA TAMBÉM:

Coldplay vai se apresentar no Super Bowl 2016​

Continua após a publicidade

Coldplay lança música com participação de Gwyneth Paltrow​

Obama fará ‘participação’ em novo álbum do Coldplay​

​Além de Beyoncé, novo CD do Coldplay terá Noel Gallagher

A turnê mundial de A Head Full of Dreams serve como divulgação do álbum de mesmo nome, lançado em 4 de dezembro. O grupo irá passar pelo Brasil em abril, quando se apresentará em São Paulo e no Rio de Janeiro nos dias 7 e 10, respectivamente. Essa erá a primeira turnê do Coldplay desde Mylo Xyloto Tour, que aconteceu entre 2011 e 2012, foi vista por mais três milhões de pessoas e começou no Rock in Rio do Rio de Janeiro em outubro de 2011. Depois, o grupo viria ao Brasil em fevereiro de 2013, mas a passagem pela América Latina foi cancelada.

(Da redação)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)