Clique e assine com até 92% de desconto

Família real holandesa vai restituir quadro roubado por nazistas

Por Da Redação 31 mar 2015, 16h45

A família real da Holanda devolverá aos verdadeiros donos uma pintura de sua coleção, depois de descobrir que a obra foi confiscada de seu proprietário judeu pelos nazistas. A descoberta aconteceu em uma investigação independente, ordenada pela família real em 2012, sobre obras adquiridas pelos nazistas após a sua chegada ao poder na Alemanha, em 1933.

LEIA TAMBÉM:

Tela de Botticelli roubada por nazistas vai a leilão

Morre o alemão detentor de obras de arte roubadas pelos nazistas

Coleção roubada por nazistas inclui obras inéditas de grandes mestres

Continua após a publicidade

Polícia alemã recupera 1.500 obras roubadas por nazistas

“A investigação revelou que uma das pinturas havia sido confiscada”, afirma um comunicado do palácio real. “Um colecionador judeu foi forçado em 1942 a entregar o quadro A Floresta de Haia com Vista para o Palácio Huis ten Bosch, de Joris van der Haagen, ao banco (nazista) Lippman, Rosenthal & co em Amsterdã.”

A Holanda foi ocupada pelos nazistas em 1940. Depois da guerra e do fim da ocupação, o quadro foi encontrado com um marchand, de quem a rainha Juliana o comprou em 1960 “sem conhecer sua história”, segundo o comunicado.

Uma associação de arte real entrou em contato com os descendentes dos proprietários para restituir a obra, segundo o palácio, que não pretende revelar detalhes para proteger a vida privada dos descendentes.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade